Chilena Codelco vende jazida de cobre no Pará

A Corporação do Cobre (Codelco) do Chile vendeu sua jazida de cobre Jibóia Esperança, situada no Pará, ao grupo Caraíba. Especula-se que o grupo brasileiro tenha pago US$ 80 milhões pelo depósito mineral, descoberto em 2004 pela companhia chilena e cujas reservas são avaliadas entre 80 e 90 milhões de toneladas de cobre. A venda permitirá à empresa chilena financiar tudo o que investiu em prospecção além das fronteiras chilenas desde o ano de 2001.

A operação da Jibóia Esperança requer um investimento de US$ 180 milhões para produzir cerca de 30 mil toneladas anuais de cobre. A Codelco afirmou que desistiu do projeto por ser muito pequeno para seus objetivos de produção. A companhia produziu no ano passado 1,67 milhão de toneladas de cobre e o rendimento de sua menor mina no Chile, Salvador, alcançou 81 mil toneladas, e a maior, Codelco Norte, alcançou 900 mil toneladas.

A produção total de cobre do Chile se aproxima das seis milhões de toneladas anuais.

O acordo de venda foi assinado na última sexta-feira (26), no Rio de Janeiro, e o processo deve ser concluído entre três e quatro meses.