Santos vence, barra festa são-paulina e ajuda Corinthians

Portal Terra

RIO - O Santos venceu o Goiás por 3 a 0, neste sábado, no Estádio da Vila Belmiro e, além de ajudar o Corinthians, que luta com a equipe do Centro-Oeste contra o fantasma do rebaixamento no Campeonato Brasileiro, estragou a possível festa do líder São Paulo.

Com o empate do Cruzeiro, o time tricolor poderia ser campeão neste domingo caso vencesse o Sport, em Recife, e contasse também com um tropeço de Palmeiras (enfrenta o Vasco amanhã) e do próprio Santos.

No entanto, com a vitória em casa o time alvinegro chega aos 55 pontos e passa a ocupar a vice-liderança. Além disso, a equipe ganha fôlego na luta por uma vaga na Copa Libertadores de 2008. O terceiro colocado é o Cruzeiro, com 54 pontos, contra 67 do líder São Paulo.

O Goiás, por sua vez, se complicou no torneio. A equipe soma 41 pontos e ocupa o 16º lugar, ainda fora da zona do rebaixamento. Porém, caso o Corinthians derrote o Figueirense neste domingo, no Estádio do Pacamebu, as equipes passariam a somar o mesmo número de pontos, com os goianos levando vantagem apenas no número de vitórias.

O Santos foi superior durante todo o jogo. No entanto, a equipe praiana não soube transformar em gols a superioridade durante o primeiro tempo. A melhor chance criada nesta etapa foi aos 43min, quando o lateral-esquerdo Kléber acertou a trave do goleiro Harlei em uma cobrança de falta.

No segundo tempo, todavia, a história foi diferente. O técnico Vanderlei Luxemburgo colocou Pedrinho no lugar do apagado Petkovic e o Santos engrenou. Tanto que foi do ex-palmeirense o primeiro gol do jogo.

No primeiro minuto da etapa final, ele recebeu a bola dentro da área e bateu cruzado, rasteiro. O goleiro Harlei ainda tocou na bola, mas não evitou que ela entrasse.

O gol acomodou o Santos. Desta forma, o Goiás tentou pressionar. Aos 19min, em um dos poucos lances de perigo criado pela equipe visitante, Luiz Henrique chutou de longa distância e a bola explodiu no travessão após o goleiro Fábio Costa desviar.

O lance fez o time da casa acordar e quando a torcida nas arquibancadas já ameaçava algumas vaias, Rodrigo Tabata arrancou com a bola, se livrou da marcação e chutou rasteiro para fazer o segundo gol, aos 29min.

Apenas sete minutos depois foi a vez de Vitor Júnior aparecer por trás da zaga goiana e completar, com um chute cruzado, o cruzamento do atacante Marcos Aurélio: 3 a 0.

Na próxima rodada, o Santos visita o Náutico, no Estádio dos Aflitos, enquanto o Goiás busca a reabilitação contra o Vasco, no Serra Dourada. Ambos os jogos estão marcados para as 21h45 (de Brasília) de quarta.