HSBC poderá comprar banco coreano

O gigante do ramo bancário HSBC anunciou que está negociando a compra do Korea Exchange Bank (KEB), que o consórcio norte-americano Lone Star vinha tentando vender.

Em um breve comunicado à bolsa de Hong Kong, o HSBC declarou que estava discutindo a possibilidade de adquirir as ações do banco local, o sexto maior da Coréia do Sul.

Recentemente os executivos do HSBC declararam que fariam aquisições na Ásia como estratégia de expansão. No fim do mês passado, o HSBC anunciou que seu lucro líquido, antes de impostos, avançou 13% no primeiro semestre deste ano, acima das expectativas dos analistas, após ganhos realizados com vendas de ações na China terem superado o aumento dos custos resultante de crédito duvidoso nos Estados Unidos.

Em 2003, a Lone Star comprou 50,5% do KEB por cerca de US$ 1,5 bilhão e depois elevou sua participação para 64,6%. Em novembro último, a empresa recebeu uma oferta do banco Kookmin Bank para a compra de toda a participação no KEB por US$ 7,4 bilhões.

Em junho deste ano, a Lone Star vende 13,6% do KEB para um consórcio que incluia o Hana Financial Group e a Cooperativa Federal de Agricultura, ambos da Coréia do Sul, por US$ 1,3 bilhão.