Falta de chuva prejudica colheitas e hidrelétricas

A seca em determinadas regiões das Filipinas está destruindo as colheitas, o que causa aumento nos preços e acaba confirmando os temores de inflação maior.

Mais de 127,000 hectares de terras férteis foram perdidas no norte do país com chuvas menos frequentes que a média durantes os meses de junho e julho, segundo informou a defesa civil.

O departamento de clima do país havia alertado que o baixo volume das chuvas poderiam causar secas mais sérias e comprometer as plantações. O departamento também alertou que o volume de chuvas podem continuar baixos neste mês.

As fazendas que cultivam milho e arroz que dependiam das chuvas para irrigá-las foram devastadas. Cerca de 41,000 hectares foram perdidos. O departamento de Agricultura disse que a produção de milho no primeiro semestre do ano foi abaixo do esperado. Por conta da baixa colheita inicial e das secas, o país não vaia tingir as metas anuais de produção.

A geração de energia também foi prejudicada pela falta de chuva baixando o nível dos rios e represas. A Capital do país, Manila chegou a sofrer cortes de energia no mês passado porque a hidrelétrica que abastece a região não teve volume de água do suficiente para operar.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais