Tóquio atinge seu maior nível em 7 anos

A Bolsa de Tóquio fechou em alta nesta quinta-feira, impulsionada pelo desempenho das fabricantes de chip de memória. A divulgação de que o saldo comercial do Japão subiu 9,3% em maio gerou também otimismo entre os investidores, que elevaram suas expectativas em relação ao crescimento da economia.

O índice Nikkei 225 subiu 0,15%, para 18.240,30 pontos, registrando seu maior nível desde maio do ano 2000. Já o indicador Topix, que reúne todos os valores da primeira sessão, avançou 0,31%, para 1.789,38 pontos.

As fabricantes de chip de memória foram as mais beneficiadas no pregão, beneficiadas pelo aumento mundial nos preços de seus produtos. As ações da Tokyo Electron avançaram 1,92%, após a empresa elevar o valor dos seus chips DRAM. Já os papéis da Advantest Corp, fabricante de equipamentos para testes de chips, subiram 1,15%.

A desvalorização do iene frente ao dólar e o euro segue impulsionando os títulos das companhias exportadoras. As ações da Nikon cresceram 1,43% e as da Canon tiveram avanço de 0,41%.

Em terreno negativo, os papéis das companhias automotivas encerraram o pregão em baixa após os investidores realizarem lucros. Os títulos da Nissan Motor caíram 1,55$%, os da Toyota Motor recuaram 0,26% e os da Honda Motor perderam 0,23%.

Em relação às petrolíferas, os papéis da Inpex Holdings registraram queda de 2,61%, prejudicados pela queda no preço do petróleo. Ontem, o barril do tipo Brent com vencimento para agosto recuou 2%, para US$ 70,42, na ICE Exchange de Londres.