OCDE divulga perspectivas de empregos

As economias BRIC - Brasil, Rússia, Índia e China - são responsáveis por um quarto do PIB global, partindo de 17% em 1990, e são importantes parceiros econômicos para os países da Organization for Economic Co-operation and Development (Organização para o Desenvolvimento e Cooperaçãp Econômica - OCDE), segundo relatório divulgado pela própria Organização.

O crescimento rápido tem impulsionado o emprego. As BRIC criaram anualmente, ao todo, 22 milhões de novos postos de trabalho nos primeiros cinco anos do milênio, comparado aos 3.7 milhões totais da região OCDE.

Porém, o subemprego é significativo. No Brasil, Rússia e China (áreas urbanas), a taxa de desemprego mantém-se em cerca de 8-9%, sendo um pouco mais baixa nas áreas urbanas da Índia. Existem altos níveis de subemprego, particularmente entre as mulheres, no Brasil e na Índia, empregados mais velhos na Rússia e nas zonas rurais da China e Índia. Com a exclusão da Rússia, o emprego informal, que não é declarado oficialmente e que não faz contribuições para a segurança social, é generalizado e crescente. No Brasil constitui cerca de metade de todos os empregados e, na Índia, cerca de 85% .

As desigualdades de salário cresceram na China e na Índia e continuam persistentemente elevadas nos dois outros BRIC.

A médio prazo, as BRIC enfrentar um significativo envelhecimento da população que limitará o fornecimento de novos trabalhadores. Ao longo dos próximos 15 anos, o crescimento da força de trabalho abrandará na Índia cairá para metade no Brasil e estagnará efetivamente na China. Na Rússia, a força de trabalho poderá mesmo ser reduzida.

Também a médio prazo, as prestações educacionais aumentarão significativamente em todas as BRIC exceto na Rússia, onde os níveis de mão-de-obra qualificada já excedem os dos países da OCDE. Em contraste, as prestações educacionais no Brasil, Índia e China são muito mais baixas que na região OCDE. O crescimento dos níveis de desemprego jovem nestes três países sugere que a qualidade da educação precisará ser melhorada para preencher os requisitos do mercado de trabalho.