Quatro cidades da Ásia estão entre as mais caras

Quatro das dez cidades mais caras do mundo estão na Ásia, segundo pesquisa da empresa britânica de recursos humanos, Mercer HR. A liderança geral do ranking ficou com a capital russa Moscou, que se tornou 34,4% mais cara em relação aos valores referentes ao ano anterior. Segundo a Mercer HR, a alta foi reflexo da valorização do rublo em relação ao dólar.

Entre as asiáticas, Seul (Coréia do Sul) ocupa a terceira posição da classificação, Tóquio (Japão) vem na quarta colocação, Hong Kong na quinta e Osaka (Japão) na sexta.

Enquanto as cidades chinesas perderam posições neste ano - Pequim ficou na vigésima posição e Xangai na vigésima sexta -, a Cidade de Cingapura e Mumbai (Índia) elevaram suas posições devido aos custos de alojamentos. Na Austrália, Sidney continua sendo a cidade mais cara do país. Já na Nova Zelândia, Wellington foi a melhor qualificada.