Reservas do Santos empatam com Corinthians na Vila

Portal Terra

RIO - Poupando sete titulares, o Santos ficou no empate por 1 a 1 com o Corinthians, neste domingo, na Vila Belmiro, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro. O time do Parque São Jorge abriu o placar com Zelão, mas Marcelo deixou tudo igual no final da partida.

Com o resultado, o Corinthians foi a oito pontos no Brasileiro, somando duas vitórias e dois empates na competição. Já o Santos, com quatro, se manteve na parte de baixo da tabela.

Antes da partida, foi respeitado um minuto de silêncio em homenagem a Hermínio Carpegiani, pai do técnico corintiano Paulo César Carpegiani, que morreu na madrugada da última quinta-feira.

O Santos poupou sete titulares para a partida da próxima quarta-feira, diante do Grêmio, na Vila Belmiro, pelas semifinais da Libertadores. O time alvinegro precisa reverter o placar adverso de 2 a 0, sofrido no jogo de ida, para ir à final da competição.

Os desfalques, porém, fizeram mal ao Santos. Demonstrando um maior entrosamento, o Corinthians dominou as ações da partida no início, levando mais perigo no ataque que os donos da casa.

O jogo seguiu movimentado, com as duas equipes buscando o primeiro gol. Quem conseguiu o feito foi o Corinthians, aos 21min, depois que Willian cobrou escanteio, Fábio Costa falhou na tentativa de segurar a bola e Zelão marcou na sobra.

A situação do Santos na partida piorou aos 32min, quando o volante Maldonado sentiu dores na coxa e teve de ser substituído por Renatinho. Com isso, o chileno virou dúvida para o confronto diante do Grêmio.

Em um lance inusitado, o Corinthians quase ampliou o placar. Aos 33min, Willian cobrou escanteio e Cléber Santana desviou contra o próprio gol. Fábio Costa se esforçou para afastar e, na sobra, a bola bateu em Clodoaldo e depois na trave.

Dois minutos depois, em um rápido contra-ataque, Éverton Santos cruzou rasteiro, a bola desviou em Marcelo e sobrou para Willian. O meia, porém, desperdiçou a chance ao, livre dentro da área, chutar por cima.

Os lances do Corinthians fizeram o Santos acordar na partida. Aos 36min, Adriano acertou um belo chute de longa distância e a bola bateu no travessão corintiano. O lance animou a torcida santista.

No último lance de perigo da primeira etapa, aos 45min, Renatinho driblou Fábio Ferreira, mas o zagueiro se recuperou e afastou o perigo. A bola sobrou para Rodrigo Tabata que, dentro da área, chutou forte para boa defesa de Felipe.

Na volta para o segundo tempo, o técnico Vanderlei Luxemburgo promoveu uma alteração dupla no Santos, sacando Pedrinho e Cléber Santana para as entradas de Marcos Aurélio e Rodrigo Souto.

O time santista mostrou mais disposição no início da etapa final. E quase empatou o placar aos 3min, quando Marcos Aurélio recebeu de Rodrigo Tabata e driblou o marcador, mas chutou por cima.

Apesar do domínio do Santos, o Corinthians assustou aos 18min. Willian cobrou escanteio, Fábio Ferreira ajeitou de cabeça e Zelão chutou. A bola desviou em Domingos, em Clodoaldo e foi afastada por Fábio Costa.

O lance não assustou o Santos, que se manteve na busca pelo gol de empate e quase marcou aos 24min, quando Rodrigo Tabata driblou Betão e cruzou para Marcelo, que, livre dentro da área, desperdiçou grande chance ao chutar por cima.

Os 15 minutos finais foi de pressão do Santos para cima do Corinthians. O time de Vanderlei Luxemburgo explorou bastante as jogadas aéreas para tentar vazar Felipe, que ainda não havia levado gol neste Brasileiro.

De tante insistir, o Santos conseguiu vazar Felipe aos 32min. Marcos Aurélio levantou a bola na área, em cobrança de falta, e Marcelo empatou o jogo usando a cabeça, definindo o placar.

O Santos volta a campo pelo Brasileiro no próximo domingo, no Beira-Rio, diante do Inter. O Corinthians também jogará fora de casa, no mesmo dia, contra o América-RN, no Estádio Machadão.