GM demitirá 2.200 funcionários na Bélgica

A fábrica Opel da montadora norte-americana General Motors (GM) em Amberes, Bélgica, demitirá 2.200 postos de trabalhos, 800 a mais do que o previsto pela empresa neste mês. O corte de funcionários faz parte do plano de reestruturação da fabricante de automóveis, que pretende reduzir sua produção para evitar novos prejuízos.

Depois de greves permanentes que duraram semanas, a gerência da GM e os sindicatos locais analisaram o futuro da fábrica, que atualmente emprega 4.760 pessoas. A previsão é de que novas demissões ocorram nos próximos anos, informou por comunicado a GM.

A norte-americana fabrica atualmente 225 mil automóveis por ano em Amberes. Após transferirem a produção do modelo Astra para outro país, a planta diminuirá sua produção para 120 mil unidades por ano.

Desde que a Toyota superou a GM e assumiu o posto de maior fabricante de veículos do mundo, a montadora norte-americana estabeleceu um plano de reestruturação para superar a queda de 90% no lucro observada no primeiro trimestre de 2007.