RBS mantém oferta pelo ABN

O grupo de investidores liderado pelo Royal Bank of Scotland (RBS) deve fazer uma nova oferta pública de aquisição (opa) para o ABN Amro. A oferta vai acontecer mesmo depois de banco holandês ter divulgado acordo que evita receber uma nova opa durante um ano.

A oferta do grupo formado pelo RBS, Santander e Fortis divulgou que ofereceria 72,2 bilhões de euros, valor que superou a oferta do Barclays de 64 bilhões de euros.

O ABN tem um acordo para não receber outras ofertas além do Barclays por 12 meses, mesmo assim o consórcio do RBS insistiu em levar a oferta a diante.

A diferença principal entre a oferta do Barclays e do RBS é que uma das exigências do primeiro é a venda do La Salle, banco do grupo nos Estados Unidos. O RBS fez a oferta para adquirir 100% do ABN, incluindo o americano. A venda do La Salle para o Bank of America já estava sendo negociada em US$ 21 bilhões

A briga pelo ABN levou as ações do banco ao alto. Na quinta-feira elas fecharam o dia valendo 36,39 euros. A oferta da Barclays pretendia pagar 39 euros por ação.