IndieLisboa tem extensa programação com 276 filmes

.

Foto: Courtesy of Mass Distraction Media
Credit...Foto: Courtesy of Mass Distraction Media

O IndieLisboa, um dos mais tradicionais eventos cinematográficos do calendário europeu, retorna nesta 18ª edição às salas de cinema e terá também sessões ao ar livre. O festival acontece deste sábado (21) a 6 de setembro, e apresentará uma programação de peso com 276 filmes, divididos em nove mostras e sessões especiais.

A abertura será com “Summer of Soul”, documentário de Ahmir “Questlove” Thompson, sobre um evento ocorrido em 1969 durante o mesmo verão no qual aconteceu Woodstock e a 160 quilômetros de distância. “Paraíso”, o mais recente filme de Sérgio Tréfaut, será o título de encerramento.

Na competição nacional os destaques são “Simon Chama”, de Marta Sousa Ribeiro, sobre ritos de passagem; e “No Táxi do Jack”, de Susana Nobre, sobre um imigrante que precisa enfrentar questões burocráticas para conseguir se aposentar. O filme teve muito sucesso na Fórum do Festival de Berlim / 2021.

Doze filmes integram a programação internacional com destaques para “Les Sorcières de L’Orient”, de Julien Faraut e “Nous”, de Alice Diop, que também foi mostrado em Berlim.

Haverá também uma retrospectiva da magistral obra da cineasta e poeta Sarah Maldoror, pioneira do cinema africano. E uma mostra que reúne cinco obras primas de diretores consagrados: “2001, uma Odisséia no Espaço”, de Stanley Kubrick; “The Color of Pomegranates”, de Sergei Parajanov; “Enrico IV”, de Marco Belloocchio; “Morte em Veneza”, de Luchino Visconti; e “Fahrenheit 451”, de François Truffaut.

Na Mostra IndieMusic, um dos filmes nos fala muito de perto: “Ney à Flor da Pele”, de Felipe Nepomuceno, documentário sobre Ney Matogrosso, narrado através de imagens de arquivo dos seus concertos e entrevistas ao longo das décadas.

A Director’s Cult, por sua vez, também traz um título ligado ao Brasil: “O Amor Dentro da Câmera”, de Jamille Fortunato e Lara Beck, história do romance de 60 anos dos brasileiros Orlando Senna e Conceição Senna, que mescla muitos fatos do nosso cinema e do audiovisual latino-americano.