Provocativo, mas limitado

Divulgação

Ana Lúcia Andrade

ACompanhia do Latão , fundada em São P aulo no fim dos anos de 90, v em e xplor ando as possibilida - des pr opostas pela obr a de Br e - c ht, incluindo não só sua pr o - dução dr amatúr gica mas tam - bém escritos teóricos. É um g ru - po coeso que adota a linha de teatr o político , or a pr opondo uma a bor dagem que ader e à tr adição dos centr os popular es de cultur a da UNE e dos g rupos que tr ouxer am o pensamento do conhecido dr amatur go ale - mão ao país, or a r e vigor ando es - sa mesma tr adição na r ecusa à f orma da peça didática.

Óper a dos vivos

, em cartaz no CCBB, r esulta, talv ez, na r eali - zação mais ambiciosa do g rupo , apr esentando uma r efle xão pa - norâmica sobr e arte e política no Br asil dos últimos 50 anos, incluindo o de bate a r espeito do engajamento na música popu - lar , no c hamado cinema de au - tor , e o desv endamento das r e - lações de pr odução na TV . Com cenários e figurinos sim - ples, mas adequados, a peça, em suas três hor as e meia de du - r ação , consegue criar bastante inter esse sobr e o material que e xibe, indicando dir eção segur a e dr amatur gia afinada. Os qua - tr o atos pr oduzidos separ ada - mente poderiam ser apr esenta - dos de maneir a independente; contudo , a companhia buscou criar uma ligação entr e as par - tes, a fim de esta belecer um princípio e um fim par a o pr o -

cesso . O primeir o ato ,

T ea tro

, d e- sen v olv e, dentr o da lógica do modelo da peça didática de Br e - c ht, aspectos da história do sur - gimento das Ligas Camponesas a partir das c hamadas “socie - dades mortuárias”, associações de camponeses que se cotiza - v am par a compr ar caixões e r ea - lizar enterr os dignos. O f ormato r essalta a opr essão indigna so - br e os la vr ador es e a incapaci - dade da elite ag rária de a brir -se minimamente a m udanças nas r elações de tr a balho . A pesar da rigidez da postur a ideológica,

T ea tro

r esulta um tr a balho sen - sív el de inter pr etação , que tr ansporta o público par a outr o tempo e espaço . Mesmo utili - zando as técnicas de distancia - mento que apar ecem em Br ec ht e a a bor dagem narr ati v a épica, o te xto aca ba tr a balhando com um ar ca bouço dr amático de complicações que se encami - nham par a um ponto maior de tensão , ainda que tal tensão não seja e xplor ada do ponto de vista emocional. O segundo ato ,

T empo morto: Um filme sobr e o golpe

, apr esen- ta um média-metr agem que dialo ga com a obr a de Glau - ber Roc ha, mostr ando as r e - lações entr e um jo v e m ci - neasta de esquer da e o capi - tal, r epr esentado por um ban - queir o que decide patr o cinar filmes engajados. Mostr a-se aí a c onstrução de um golpe de estado , destacando o s ec - tarismo e a intr ansigência das elites dominantes. Con - tudo , essa temática é a b or da - da dentr o de uma estrutur a f ormal mais comple xa que e vita gener alizações fáceis. O ter ceir o ato ,

Privilégio dos mortos

, é um sho w narr ati v o no qual uma cantor a de músicas de pr otesto di vide o palco com ar - tistas influenciados pelas pos - tur as tr opicalistas. Resulta no momento mais frágil da peça, por a bor dar o fenômeno tr opi - calismo a partir do enf oque da esquer da tr adicional da época, ignor ando a comple xidade ine - r ente às pr opostas desse mo vi - mento . O último ato ,

Morr er de pé

, constrói-se em torno da his - tória de um ator que se r ecusa a r epr esentar uma cena de suicí - dio . Mais uma v ez encontr a-se aí uma certa fr agilidade na r efle - xão apr esentada sobr e as r ela - ções entr e TV , mer cado e públi - co (a crítica feita aos pr o g r amas inf antis beir a a caricatur a). Ao e xplor ar a tese de que a f orma mer cadoria se sobr epôs como f orça dominante na pr o - dução cultur al br asileir a a par - tir de um viés clar amente ideo - lógico ,

Óper a dos vivos

aca ba, al - gumas v ez es, por cair no r edu - cionismo , mas é um espetáculo pr o v ocati v o e instigante, algo r ar o de se encontr ar hoje nos palcos cariocas.

CIA DO LA TÃO

– Gr upo faz sua montagem mais ambiciosa