Como curar um coração partido

-->Alvar o River os-->Alice Melo-->Na plateia, uma m ultidão . No v amente o Odeon f oi peque- no demais par a a brigar com con- f orto todos os espectador es de um longa em competição na Pr emièr e Br asil. Na noite de quinta, os corr edor es e as es- cadas do segundo andar tam- bém ser vir am de cadeir a par a o público de -->Como esquecer -->, his- tória de per da, sofrimento e su- per ação . Inspir ado em r o man- ces da liter atur a inglesa e ba- seado no li vr o homônimo de My- riam Campello , o longa tr az Ana P aula Arósio no papel de Júlia, uma pr ofessor a uni v er sitária que amar ga a per da de Antônia, sua companheir a dur ante 10 anos. – Este filme toca n um ponto importante par a mim: a a mi- zade – declar ou a dir etor a Malu de Martino , ao r eunir o elenco no palco do Odeon. Júlia sofr e calada a dor de ter sido a bandonada pela m ulher que ama v a. J unto com Hugo (Mu - rilo Rosa), que também enfr enta a per da do companheir o que mor - r er a no ano anterior , e Lisa (Na - tália Lage), que f oi deixada pelo namor ado ao descobrir que es - ta v a g rávida, ela se m uda par a uma casa em P edr a de Guar atiba – r efúgio aconc hegante par a os três cor ações partidos. Mais adiante, a artista plástica Helena (Arieta Corrêa) entr a em cena, despertando o inter esse de Júlia. A homosse xualidade é incor - por ada de f orma inteligente ao r oteir o . Com uma f oto g r afia cin - z enta, Malu de Martino tenta f a - z er do Rio uma Londr es tr opical, cenário carr egado e ne buloso , pa - r a sustentar diálo gos com doses de humor britânico e uma pr o - tagonista solitária e melancólica. O curta -->O bolo -->antecedeu a sessão de -->Como esquecer -->. A co- média conta a história de uma empr egada r eligiosa, que tr a- balha na casa de um jo v em ga y , que der a uma festa no dia an- terior . Gulosa, a f axineir a come um pedaço de bolo alucinóge- no , que a f az per der a compos- tur a, tir ar a r oupa e agarr ar o p o r t e i ro. Difer entemente da competi - ção de ficção , o Odeon não r e - ce beu um g r ande público na ses - são competiti v a de documentário da Pr emièr e Br asil. P oucas pes - soas ocupar am algumas cadeir as da parte de baixo do anfiteatr o par a assistir a -->Santos Dumont, pré-cineasta? -->, de Car los Adriano . Rodado no Br asil e na F r ança, o longa é uma obr a caleidoscópica: tr az uma visão m ultif acetada, com várias imagens e histórias sobr e Santos Dumont. O filme r eúne entr e vistas com intelec - tuais que r efletem sobr e as ori - gens do cinema contemporâneo , e sobr e a participação , mesmo que pequena, de Dumont neste pr o - cesso . As entr e vistas são conec - tadas por meio de narr ação em off a imagens de um vídeo feito por Santos Dumont, em 1901. – Este documentário f ornece outr as f ormas de entendimento da coleção deste g r ande homem que f oi Santos Dumont – acen - tuou Solange F err az, uma das co - la bor ador as do documentário .-->‘COMO ESQUECER’ -->– O dir etora e o elenco do filme no palco co Odeon lotado-->coração partido-->Longa de Malu de Mar tino, pr otagonizado por Ana Paula Arósio, trata de superação e amizade