cinema

-->rocino, Ana Luisa Leite, Aurora Dias, Marcela Dias, Tatiana Sobral. Pianista: Eduardo Henrique. Com humor, sen- sualidade e ironia, o musical reúne nú- meros de musicais contemporâneos da Broadway, versados para o português e com uma nova roupagem. -->Sesc Rio Casa da Gávea -->, Praça Santos Dumont, 116, sobrado, Gávea (2239-3511). Cap.: 80 pessoas. 6ª e sáb., às 21h. R$ 25. Estudantes e idosos pagam meia. Livre. Duração: 1h10.-->55 -->NÃO EXISTE MULHER DIFÍCIL -->– Texto de André Aguiar Marques. Adap- tação de Lucio Mauro Filho. Direção de Otávio Müller. O ator Marcelo Serrado faz seu primeiro monólogo na pele de um pianista que acabou de ser traído. De tão arrasado, não consegue iniciar o show e divide com a plateia a história de seus amores, suas táticas de conquistas e a dificuldade de entender as mulheres. -->Teatro Leblon -->, Sala Tônia Carrero, Rua Conde Bernadote, 26 Leblon (2529-7700). Cap.: 201 pessoas. 6ª e sáb., às 23h30; dom., às 22h. R$ 30 (dom.) e R$ 50 (6ª e sáb.). Estudantes e idosos pagam meia. 14 anos. Duração: 1h. Até 19 de dezembro. -->Teatro Miguel Falabella -->, NorteShopping, Av. Dom Hel- der Câmara, 5.474, Cachambi (2597-4452). Cap.: 456 pessoas. 5ª a dom., às 18h. R$ 30. Estudantes e idosos pagam meia. 14 anos. Duração: 1h. Até 28 de novembro. -->A partir de quinta, 7 de outubro. -->NAVALHA NA CARNE -->– Texto de Plínio Marcos. Direção de Rubens Camelo. Com Marta Paret, Rogério Barros e Ru- bens Queiroz. O espetáculo tem como cenário um hotel da Praça Tiradentes para envolver o espectador no submun- do e no clima denso e violento da relação entre a prostituta Neusa Sueli, o cafetão Vado e o homossexual Veludo. -->Hotel Paris -->, Avenida Passos, 7, esquina com a Praça Tiradentes. Informações e reser- vas: 9281 - 9340 (produção). Cap.: 20 pessoas. 5ª e 6ª, às 20h. R$ 30. 16 anos. Duração: 50 minutos. -->ÓPERA DOS VIVOS – ESTUDO TEA- TRAL EM QUATRO ATOS -->– Com a Companhia do Latão. Direção e dra- maturgia: Sérgio de Carvalho Pesquisa de dramaturgia: Roberta Carbone e Fe- lipe Moraes. Música original e execução: Martin Eikmeier e Maurício Braz. Com duração de três hora e meia, a nova montagem do grupo paulista Companhia do Latão inclui um show, um filme, uma gravação de TV e uma peça dividida em quatro atos: -->Sociedade mortuária -->, -->Tem- po morto – Um filme sobre o golpe -->, -->Privilégio dos mortos -->e -->Morrer de pé -->.A dramaturgia dialoga com elementos que marcaram a cultura brasileira no período do golpe militar, como o Cinema Novo, a experiência do Centro Popular de Cul- tura (CPC) e a Tropicália. -->Centro Cul- tural Banco do Brasil / Teatro 2 -->, Rua Primeiro de Março, 66, Centro (3808-2007). Cap.: 60 pessoas. 5ª a dom., às 19h30. R$ 10. Estudantes e maiores de 60 anos pagam meia. 16 anos. Duração: 3h30. -->Excepcional- mente, as sessões de sexta e sábado, terão início às 18h -->. -->Entre os dias 1º e 12 de outubro, entrada gratuita em comemoração ao aniversário do Ban- co do Brasil. -->PALÁCIO DE NEVE -->– Texto original de Orhan Pamuk. Direção: Celina Sodré. Com Carol Caju, Carlos Tonelli, Dinah Cesare, Joana dos Santos, Juan Carlos, Marcus Fritsch e Raphael Andrade. Após 12 anos de auto-exílio na Ale- manha, um poeta chamado Ka retorna a seu país, a Turquia, para o enterro de sua mãe, e resolve visitar uma pequena aldeia para investigar uma série de sui- cídios de jovens mulheres. Na cida- dezinha, se vê como protagonista in- voluntário de uma série de episódios, inclusive de um golpe político. -->Instituto do Ator -->, Rua da Lapa, 161, Lapa (2221-8040). Cap.: 30 pessoas. 2ª, às 21h. R$ 20. Estudantes e idosos pagam meia (pagamento só em dinheiro). 14 anos. Duração: 1h40.-->555 -->PTERODÁTILOS -->– Texto de Ni- cky Silver. Direção de Felipe Hirsch. Com Marco Nanini, Mariana Lima, Ála- mo Facó e Felipe Abib. Comemorando 35 anos de carreira, o ator Marco Nanini se alterna nos papéis de Artur, um pre- sidente de um banco, e de sua filha Ema, na comédia do dramaturgo americano Nicky Silver. Na trama, Artur é casado com Grace, uma dona de casa alco- ólatra. A vida da família sofre uma uma série de rebuliços com o retorno do filho mais velho e o eminente casamento da caçula. Para piorar as coisas, Artur está prestes a perder o emprego e a família descobre uma ossada no subsolo da casa em que moram. -->Teatro das Artes -->, Shopping da Gávea, Rua Marquês de São Vicente, 52, 2º piso, Gávea (2540-6004). Cap.: 457 pessoas. 6ª e sáb., às 21h; dom., às 20h. Setor B: R$ 60 (6ª) e R$ 70 (sáb. e dom.). Setor A: R$ 80 (6ª) e R$ 90 (sáb. e dom.). Estudantes e idosos pagam meia. 16 anos. Duração: 1h20. Até 31 de outubro. -->ROCKY HORROR SHOW -->– De Richard O’Brien. Direção de Rubens Lima Jr. Com Guilherme Borges, Fabíola Ro- mano, Pedro Lopes elenco de atores e músicos. Sucesso desde o seu lança- mento nos anos 70, o musical faz uma mistura de bizarrice, terror e erotismo na história de um casal que se vê obrigado a pedir ajuda aos moradores de um cas- telo, sem saber que lá moram alie- nígenas do planeta Transexual da Ga- láxia Transilvânia, e que o anfitrião é um cientista louco, travesti e bissexual, que pretende criar um homem em seu la- boratório para satisfazer seus desejos sexuais. -->UniRio / Sala Paschoal Carlos Magno -->, Avenida Pasteur, 436, Urca (2542-3103). Cap.: 113 pessoas. 2ª a 5ª, às 21h. Grátis (senha liberada uma hora antes e sujeita à lotação). 14 anos. Duração: 1h50. Até 14 de outubro. -->A SOGRA QUE PEDI A DEUS -->– Texto de Wilson Coca. Direção de Sebastião Apollônio. Com Renato Papa, Soraya Zaffarani e AlexandreFreitas. Com pro- blemas no seu apartamento, Dona Zul- mira vai passar uma temporada na casa da filha e enlouquece a vida do genro. -->Teatro Vannucci -->, Shopping da Gávea, Rua Marquês de São Vicente, 52, 3º piso, Gávea (2274-7246). Cap.: 425 pes- soas. 4ª, às 21h. R$ 50. Estudantes e idosos pagam meia. 12 anos. Duração: 1h15. Até 27 de outubro. -->SURTO -->– Criado pelo grupo Os Sur- tados, formado por Flávia Guedes, Ro- drigo Fagundes e Wendell Bendelack, o espetáculo reúne esquetes e persona- gens que vivenciam o absurdo das si- tuações da vida moderna pelo prisma do humor. Participação de Renato Bavier. -->Teatro Miguel Falabella -->, NorteShop- ping, Av. Dom Helder Câmara, 5.474, Cachambi (2595-8245). Cap.: 453 pes- soas. 3ª e 4ª, às 20h. R$ 40. Estudantes e idosos pagam meia. 12 anos. Duração: 1h30. Até 3 de novembro.-->55 -->TANGO, BOLERO E CHA CHA CHA -->– De Eloy Araújo. Direção geral de Bibi Ferreira. Direção de Paulo Afonso de Lima. Com Edwin Luisi, Alice Borges, Márcia Cabrita, Carlos Bonow e Miguel Rômulo. O ator Edwin Luisi volta a in- terpretar o personagem Lana Lee, tran- sexual que um dia se chamou Daniel, casado e pai de um filho. Dez anos depois de abandonar a família, ele re- torna para explicar o sumiço e apre- sentar seu novo marido. -->Teatro Clara Nunes -->, Shopping da Gávea, Rua Mar- quês de São Vicente, 52, 3º piso, Gávea (2274-9696). Cap.: 527 pessoas. 5ª a sáb., às 21h30; dom., às 20h. R$ 70 (5ª e dom.) e R$ 80 (6ª e sáb.). Estudantes e idosos pagam meia. 14 anos. 1h40. -->TRANSTHECOV -->– Dramaturgia de Ce- lina Sodré e Marcus Fritsch. Direção de Celina Sodré. Com Andrea Freitas, Car- los Tonelli, Dandara Vital e elenco. Com elenco formado por atores, travestis e transsexuais, o espetáculo reúne frag- mentos de -->O jardim das cerejeiras -->, -->Tio Vânia -->e -->A gaivota -->, de Anton Tchecov, com textos autobiográficos dos atores. Em cena, experiências reais da vida de travestis e transexuais, como conflitos familiares e questões que envolvem a mudança de sexo. -->Instituto do Ator -->, Rua da Lapa, 161, Lapa (2221-8040). Cap.: 30 pessoas. 6ª, às 20h. R$ 20. Estudantes e idosos pagam meia (pa- gamento só em dinheiro). 14 anos. Du- ração: 1h40. -->TUDO O QUE EU QUERIA TE DIZER -->– Texto de Martha Medeiros. Direção de Victor Garcia Peralta. Com Ana Beatriz Nogueira. Em cena a atriz Ana Beatriz Nogueira encarna personagens que as- sinam cartas trágicas, por vezes cô- micas, devastadas por sua dor, como a amante que escreve à mulher traída, da jovem que relata para a avó a emoção de ser mãe ou a viúva saudosa que se dirige ao marido morto. -->Centro Cultural Cor- reios -->, Rua Visconde de Itaboraí, 20, Centro (2219-5165). Cap.: 199 pessoas. 5ª a dom., às 19h. R$ 20. Estudantes e idosos pagam meia. 14 anos. Duração: 1h. Até 24 de outubro. -->URUCUBACA -->– Texto de Jorge Maut- ner. Direção de Johayne Hildefonso e Malu Cotrim. Supervisão musical de Nel- son Jacobina. Direção musical de Jairo Cliff. Com atores da Trupe de Teatro do AfroReggae. Participação da Banda Ki- tôto. Com jogos teatrais e alivanhado por coreografias e música ao vivo, o es- petáculo apresenta um painel vida con- temporânea com uma visão particular e bem-humorada de temas como amor, violência e sexo. -->Casa de Cultura Laura Alvim -->, Av. Vieira Souto, 176, Ipanema (2332-1015). Cap. 245 pessoas. 6ª e sáb., às 21h; dom., às 20h. R$ 20. Estudantes e idosos pagam meia. 14 anos. Duração: 1h. Até 31 de outubro.-->ÚL TIMOS DIAS-->55 -->CALÍGULA -->– Texto de Albert Ca- mus. Direção e figurinos de Gabriel Vil- lela. Com Thiago Lacerda, Cláudio Fon- tana, Magali Biff, Pedro Henrique Mou- tinho, Rogério Romera, César Augusto e Helio Souto Jr. A história de Calígula, terceiro imperador romano, de natureza extravagante e cruel. Após a morte de sua irmã e amante, Calígula passa a expressar seu desejo de impossível: a lua, ou a felicidade, ou a vida eterna. A partir da impossibilidade, perde os li- mites do poder, da razão e passa negar todos os laços que o prendem ao gênero humano. -->Teatro Sesc Ginástico -->, Av. Graça Aranha, 187, Centro (2279-4027). Cap.: 513 pessoas. 4ª a dom., às 19h. R$ 10 (4ª), R$ 20 (5ª, 6 e dom.) e R$ 30 (sáb.). Estudantes e idosos pagam meia. 14 anos. Duração: 1h40. Até domingo. -->MORTE – WORK IN PROGRESS -->– Texto de Woody Allen. Direção de An- tonio Ney Braga. Com Akin Garragari, Alex Felippe, Antonio Carioca e elenco. Levado aos cinemas com o título -->Sha- dows and fog -->( -->Neblina e sombras -->), o texto original de Woody Allen, -->Death -->, ganha adaptação teatral com 13 atores se revezando na interpretação dos mo- radores de uma cidadezinha ameaçados por um assassino em série. -->Casa de Cultura Laura Alvim / Espaço Rogério Cardoso -->, Av. Vieira Souto, 176, Ipa- nema (2332-1015). Cap. 70 pessoas. 5ª a sáb., às 21h; dom., às 20h. R$ 40. Estudantes e idosos pagam meia. 14 anos. Duração: 1h20. Até domingo. -->A NOVIÇA MAIS REBELDE -->– De Dan Goggin. Com Wilson de Santos. Su- pervisão artística de Marcelo Médici. Versão das músicas originais de Flávio Marinho e Wolf Maya. O ator Wilson Santos volta a interpretar a Irmã Maria José, uma freira de passado nada ca- tólico, da comédia musical americana -->Noviças rebeldes, -->. Em cena, a Irmã Maria José, com o aval da madre su- periora, recebe carta branca para a rea- lização de um show beneficente. Com o atraso da Madre, Maria José se vê obrigada a entreter o público, impro- visando jogos interativos e números mu- sicais retirados de lembranças hilárias do seu passado agitado antes de se converter à Igreja. -->Teatro Leblon – Sala Fernanda Montenegro -->, Rua Conde Bernadote, 26, Leblon (2529-7700). Cap.: 348 pessoas. 6ª e sáb., às 19h; dom., às 17h. R$ 50. Estudantes e idosos pagam meia. 12 anos. Duração: 1h15. Até domingo. -->OS VISITANTES -->– Texto de Priscila Gontijo. Direção de Marcos Damigo. Com Tracy Segal e Alcemar Vieira. Ca- sal preenche seu tempo recebendo vi- sitas, como uma maneira de não en- frentar seus próprios problemas. Só que, quando as visitas começam a deixar de aparecer, eles são obrigados a encarar seus medos e desejos. -->Teatro Gláucio Gill -->, Praça Cardeal Arcoverde, s/nº, Co- pacabana (2332-7902). Cap.: 108 pes- soas. 4ª e 5ª, às 21h. R$ 20. Estudantes e maiores de 60 anos. 14 anos. Duração: 1h20. Até quinta. -->VIVA! CLAYMARA BORGES e HEU- RICO FIDÉLIS NÃO MORRERAM! -->– Texto e direção de Lucília de Assis. Música e interpretação de Alexandre Dacosta e Lucília de Assis. Uma dupla de fãs e covers do casal de cantores e compositores, Claymara Borges e Heu- rico Fidélis, relembram a trajetória vi- toriosa das duas celebridades fakes da MPB durante a centésima reunião do fã-->NÃO EXISTE MULHER DIFÍCIL