Brasil supera marca de 138 mil mortes pelo novo coronavírus

O Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) informou nessa terça-feira (22) que o Brasil registrou mais 836 mortes por causa da Covid-19 no período de 24 horas. Com isso, o total de óbitos chega a 138.108 desde o início da pandemia.

A taxa de letalidade (número de mortes pelo total de casos) ficou em 3%, enquanto a mortalidade - quantidade de óbitos por 100 mil habitantes - atingiu 65,7.

Por sua vez, a incidência dos casos do novo coronavírus Sars-CoV-2 por 100 mil habitantes é de 2.184,9.

De acordo com a atualização de dados feita às 18h pelo Conass, 33.536 pessoas foram diagnosticadas com a doença entre ontem e hoje. O balanço totaliza 4.591.604 casos de contaminação pelo novo coronavírus.

São Paulo continua com o maior número de contaminações. Desde o início da pandemia no Brasil, a região registra 945.422 casos. Nesse período, 34.266 mortes ocorreram no estado por causa da Covid-19.

No ranking de estados com mais casos também aparecem a Bahia (297.805), Minas Gerais (273.233), Rio de Janeiro (253.756), Ceará (235.222) e Pará (221.639).

Em relação aos óbitos, o Rio de Janeiro está em segundo lugar, com 17.798 vítimas. Na sequência estão: Ceará (8.850), Pernambuco (8.055), Minas Gerais (6.764), Pará (6.477) e Bahia (6.359). O estado fluminense, no entanto, permanece com a maior taxa de letalidade, 7%.

A média móvel de casos em sete dias caiu para 29.906, enquanto a de morte reduziu para 713.(com agência Ansa)