Doria: São Paulo receberá 5 milhões de doses de CoronaVac em outubro

São Paulo deve receber, em outubro, cinco milhões de doses da vacina CoronaVac, informou o governador do estado, João Doria, nesse domingo (20) em sua conta no Facebook.

A vacina está sendo desenvolvida pelo Instituto Butantan, em parceria com a empresa farmacêutica chinesa Sinovac Biotech.

Segundo Doria, 46 milhões de doses da vacina devem ser entregues até dezembro. Esses números poderão ser atingidos, segundo Doria, em virtude da transferência de tecnologia da farmacêutica para o instituto, que passará a produzir o medicamento.

Na segunda-feira (14), o governo estadual informou que o instituto pretende iniciar obras, em novembro, para ampliar sua estrutura física e assim acelerar a produção de vacinas. O governo paulista espera que a reforma seja finalizada ainda em setembro.

A CoronaVac está na terceira fase de testes em humanos. Os testes são de responsabilidade do Instituto Butantan e começaram a ser realizados no Brasil no mês de julho em São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Paraná.(com agência Sputnik Brasil)