Brasil supera 4 milhões de casos de coronavírus; Ministério da Saúde fala em 'queda na curva'

O Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) revelou nessa quinta-feira (3) que o Brasil superou a marca de 4 milhões de casos do novo coronavírus (Sars-CoV-2) desde o início da pandemia, que apresenta uma leve desaceleração.

Do primeiro caso registrado em 26 de fevereiro até hoje, o Brasil contabilizou 4.040.163 infectados, com um acréscimo de 42.298 contágios no período de 24 horas e taxa de incidência de 1.922,5 pessoas para cada 100 mil habitantes.

Segundo o balanço, entre quarta e quinta, a pandemia provocou a morte de mais 871 brasileiros, elevando o número total de óbitos para 124.651. A taxa de letalidade da doença se mantém em 3,1%.

O Ministério da Saúde informou que os dados estão demonstrando uma "queda" na curva. Desde o final de agosto, o país apresentou uma leve redução na média diária de vítimas. Hoje, a média móvel de mortes é de 857, enquanto a de casos é 39.825.

O estado de São Paulo contabiliza 30.905 óbitos desde o início da pandemia. Ao todo, 837.978 pessoas já se contaminaram com a Covid-19.

No ranking de estados mais atingidos pela pandemia, a Bahia se mantém em segundo lugar com mais contaminados (265.739) e em sexto no número de mortes (5.549).

O Rio de Janeiro, por sua vez, aparece em terceiro na quantidade de casos (230.271) e em segundo com mais vítimas (16.394). O estado é o que apresenta maior taxa de letalidade, com 7,1%.(Com agência Ansa)