Jornal do Brasil

Bem Viver - Moda

A moda reage ao momento

Jornal do Brasil IESA RODRIGUES, cadernob@jb.com.br

Macaque in the trees
Israel Cassol criou máscaras de estrelinhas para ele e seu pet (Foto: Divulgação)

Ajudas e adiamentos de programações marcam as reações do setor de moda e eventos ligados aos lançamentos deste semestre.

 

No Brasil, começa pela Abest (Associação Brasileira de Estilistas), que está funcionando com colaboradores em casa. Os grandes eventos cancelaram as realizações: a São Paulo Fashion Week deverá ser em setembro. Em Fortaleza, o Dragão Fashion Festival cancelou a edição que seria de 01 a 16 de maio. “Desfiles, shows, palestras e talks do evento reúnem milhares de pessoas; nesse momento, evitar uma aglomeração desse tamanho é um gesto de responsabilidade e respeito, junto a cada designer, artista, funcionário, colaborador e parceiro envolvido no DFB, além de toda a cidade de Fortaleza”, comentou Claudio Silveira, diretor do Dragão.

 

O 26º Minas Trend, que seria de 21 a 24 de abril também foi cancelado, avaliando a possibilidade de uma nova data.

Quem vem depois

A exposição Outros retratos em preto e branco, com trabalhos do fotógrafo Miro na galeria Houssein Jarouche não abrirá nesta semana.

Gisele Bundchen e Michelle Obama não virão para o Brasil para o VTEX DAY, evento digital que também foi adiado para dias 02 e 03 de setembro. Outro evento de estrelas, o tradicional baile do Metropolitan Museum, a Gala do MET, foi cancelado por Anna Wintour, sem previsão de agenda.

Empenho das marcas

O comércio procura opções para vender. A Farm sugere compras pelo e-commerce, sem prejudicar as comissões das lojas físicas. As belas camisolas e modelos homewear da Monthal podem ser provadas em casa, basta convocar as peças cobiçadas pelas mídias sociais. Uma funcionaria devidamente preparada levará as roupas, sem compromisso de compra.

 

Já no mundo, as grandes lojas americanas reagem rapidamente: a matriz nova-iorquina da Saks Fifth Avenue e a rede da poderosa Nordstrom, baseada em Seattle, estão de portas fechadas.

 

Marcas como Prada e Versace anunciam ajudas financeiras e o grupo LVMH (Louis Vuitton Moet-Hennessy) está direcionando toda a produção da linha de perfumes e cosméticos para fabricar álcool gel.

Como criatividade faz parte deste universo baseado no glamour, há novidades mesmo durante esta situação. O brasileiro Israel Cassol, residente em Londres, criou uma máscara para seu cachorro Toby, ideia compartilhada nos tabloides do Reino Unido. Personalizada com estrelinhas, a máscara protege também o dono, que usa quando caminha com seu pet. 

Macaque in the trees
A rede de lojas de departamentos Nordstrom fechou toda a rede nos Estados Undos (Foto: Divulgação)

Macaque in the trees
A Saks Fifth Avenue fecha as portas em Nova York (Foto: Divulgação)