Com foco em oftalmologia, São Paulo inicia amanhã Corujão da Saúde

Para atender à demanda reprimida por causa da covid-19, governo paulista promove nessa quinta-feira uma nova fase do Corujão da Saúde, desta vez com foco em oftalmologia

Foto: Pref de Três Barras SC/Divulgação
Credit...Foto: Pref de Três Barras SC/Divulgação

Para atender a demanda reprimida por causa da pandemia de covid-19, o governo de São Paulo vai promover uma nova fase do Corujão da Saúde, desta vez com foco em oftalmologia. O Corujão da Saúde tem início nessa quinta-feira (21) em todo o estado.

Nesta etapa, serão oferecidos à população paulista cerca de 51 mil procedimentos entre consultas, exames e cirurgias. O investimento é de R$ 14 milhões.

O objetivo do governo é zerar a fila de oftalmologia dos ambulatórios médicos de especialidades (AME) que foram cadastrados pelos municípios na Central de Regulação e Oferta de Serviços de Saúde (Cross) até 20 de setembro.

Segundo o governo, serão oferecidos 23.112 exames de dez tipos diferentes, 16.077 cirurgias de catarata e retina e 11.794 consultas médicas. “O objetivo do governo de São Paulo é zerar a fila de oftalmologia dos AMEs até dezembro deste ano”, disse o secretário da Saúde do estado, Jean Gorinchteyn.

Os procedimentos serão realizados em 46 AMEs de todas as regiões do estado e em 10 hospitais da rede da secretaria estadual da Saúde. No Corujão da Saúde, os serviços são oferecidos em horários alternativos, como no período noturno ou finais de semana. (com Agência Brasil)

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais