Brasil registra a maior média móvel de mortes desde o início da pandemia

O maior número havia sido registrado em junho do ano passado; país chega a 239 mil óbitos, mostra consórcio de imprensa

Foto: Folhapress / Junio Matos
Credit...Foto: Folhapress / Junio Matos

O Brasil registrou neste domingo (14) a maior média móvel de mortes por Covid-19 de toda a pandemia do novo coronavírus: foram 1.105 mortes por dia na última semana.

Até então, a maior média era de 1.097 mortes, registrada em 25 de julho de 2020, no auge da primeira onda da doença no país. A média móvel é calculada somando o resultado dos últimos sete dias, dividindo por sete. O recurso estatístico busca dar uma visão melhor da evolução do vírus, pois atenua números isolados que fujam do padrão.

Os dados são fruto de colaboração inédita entre Folha, UOL, O Estado de S. Paulo, Extra, O Globo e G1 para reunir e divulgar os números relativos ao coronavírus. As informações sobre números de casos e mortes são coletadas diretamente com as Secretarias de Saúde estaduais.

Nas últimas 24h, o país registrou 647 óbitos pela doença e 22.440 novas infecções por Sars-CoV-2. Com isso, totaliza 239.294 mortes e a 9.833.695 pessoas infectadas desde março do ano passado.

Nos últimos dias, porém, os registros foram ainda mais altos, já que nos finais de semana e nas segundas-feiras é comum que os números sejam mais baixo devido aos plantões nas pastas estaduais. Na quinta (11), por exemplo, 1.452 pessoas morreram em um único dia, o que mostra que a pandemia está em ritmo acelerado.(Folhapress)