Stephen Hahn do FDA diz que está pronto para vacinação nos EUA

Durante uma coletiva de imprensa, Hahn defendeu o processo de vacina mais rápido de todos os tempos, dizendo que a agência não sacrificou a segurança em troca da velocidade

Foto: Brendan Smialowski/AFP
Credit...Foto: Brendan Smialowski/AFP

Com as vacinas da Pfizer Inc. e da BioNTech contra a Covid-19 aprovadas para serem distribuídas nos Estados Unidos, depois de autorização do governo norte-americano dada na sexta-feira, o chefe do Food and Drug Administration (FDA, na sigla em inglês), Stephen Hahn, disse neste sábado que ele está pronto para a vacinação assim que ela estiver disponível.

Durante uma coletiva de imprensa, Hahn defendeu o processo de vacina mais rápido de todos os tempos, dizendo que a agência não sacrificou a segurança em troca da velocidade.

Ele também descreveu como imprecisos os relatos da imprensa que disseram que a administração do presidente Donald Trump havia ameaçado demití-lo se o FDA não aprovasse a autorização da vacina até uma determinada data. (com agência Reuters)

Pfizer diz que não houve casos de reações alérgicas durante estudo da vacina contra Covid-19

Não houve casos de reações alérgicas graves à vacina da Pfizer e sua parceira BioNTech durante os testes clínicos, disse um executivo da Pfizer nesta sexta-feira.

Um ensaio em estágio avançado da potencial vacina excluiu participantes que tinham histórico de reações alérgicas graves a qualquer vacina ou aos componentes da vacina Pfizer-BioNTech, afirmou William Gruber, vice-presidente sênior de pesquisa e desenvolvimento de vacinas da Pfizer.

“Não tivemos nenhum episódio anafilático relacionado à vacina”, disse Gruber durante uma reunião de consultores independentes do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos.

O ensaio incluiu cerca de 6.000 participantes nos grupos da vacina e do placebo, com histórico de uma série de condições alérgicas, como alergia ao pólen, alergia alimentar e até anafilaxia, de acordo com a executiva da Pfizer Susan Mather.

A anafilaxia é uma reação exagerada do sistema imunológico do corpo que às vezes pode ser fatal.

Os comentários ocorrem após recomendação do órgão regulador de medicamentos britânico de que pessoas com histórico de reações alérgicas significativas não tomem a vacina da Pfizer-BioNTech depois que duas pessoas relataram efeitos adversos. A Agência de Alimentos e Medicamentos (FDA) dos EUA deve emitir uma autorização de uso de emergência para a vacina de duas doses ainda nesta sexta-feira, segundo o New York Times.

Assim que houver autorização, os primeiros norte-americanos podem ser imunizados na segunda ou terça-feira, com profissionais de saúde entre os primeiros da fila.(com agência Reuters)