2020: o ano de refletir sobre os caminhos da vida

Divulgação
Credit...Divulgação

Em muitos momentos na vida, não sabemos ao certo para onde ir, mas temos certeza para aonde não queremos voltar.

Como diria o poeta, “a vida é assim, esquenta, esfria, aperta, afrouxa, o que requer da gente é coragem”.

Não existe receita de bolo para as escolhas, então que seja diferente do mandamento: Movimente-se!

Nós só temos certeza das decisões tomadas em retrospectiva, porque só neste momento as coisas adquirem um caráter linear e podemos então vislumbrar o passado pelo futuro caso e assim aprendemos com a experiência.

Me refiro aqui àquela experiência que rompe com a mesmice, a que provoca mudanças novas e um estilo de vida inédito.

E quanto aos outros?

Quanto mais me elevo, diria o escritor e filósofo Friedrich Nietzsche (1844-1900), menor pareço aos olhos de quem não sabe voar.

Sempre terá alguém criticando, diminuindo, atribuindo culpa, invejando...

O grande segredo dos segredos portanto é: torna-te quem tu és, e nenhuma crítica destrutiva estremecerá sua tenda.

Quem não consegue ter o que o outro tem quer ser o que o outro é.

O único problema do invejoso é o que ele causa para ele. Já que é o invejoso que toma o veneno, esperando que o outro morra. Portanto, o próprio paradoxo da conta do invejoso, então: faça o teu, e caminha!

Guilherme Fainberg é médico psicanalista