'BBB11': Daniel exige concentração dos brothers na Prova do Anjo

Depois de enfrentarem a segunda Prova do Líder que durou mais de 12 horas, a preocupação dos 'brothers' da casa é em faturar o tão almejado colar da imunidade na Prova do Anjo.

Quem ganhou o líder foi a analista criminal Natalia, que ficou até o fim na disputa com Maria, do Lado B. Para sorte da carioca do Lado A, a paulista foi desclassificada. O grupo de Maria foi bem na prova, Jaqueline foi a penúltima a sair e Mauricio saiu antes dela, desidratado. No Lado A, os 'brothers' armaram uma estratégia: quatro saíram logo no início e quatro ficaram, para que, assim, quem estivesse na disputa pudesse esticar as pernas.

Se a tática funcionou não se sabe, já que a 'sister' Maria, do grupo adversário, que parecia estar firme e forte, foi desclassificada por apoiar no chão com as mãos (fazendo alongamento).

Imunidade

Daniel foi um dos que chamou a atenção dos companheiros para a importância de ganharem o Anjo, já que o líder da outra casa provavelmente indicará alguém do grupo B. 

O medo dos participantes é de que a prova seja novamente feita por alguns 'brothers', apenas os que forem sorteados para disputá-la.

Michelly é uma das que está com receio de ir para o paredão. 'Ela ganhou, mas só pode imunizar uma pessoa do grupo dela', disse a promotora para Janaina, se referindo à Natalia. Quem ganhasse a Prova do Líder poderia imunizar uma pessoa de sua cor. Natalia prometeu a Lucival, que ficou até o fim da prova com ela, que se conseguisse vencer ele seria o imunizado.