Alegria, alegria!

Tem gente na Câmara Municipal esfregando as mãos sempre que há possibilidade de dano causado por invasão de público em atos de protesto.

É a turma dos contratos para reparos de emergência, que serão efetivados sem licitação, naturalmente. Sem pensar no reforço para a tese malandra de construir uma outra Câmara, onde se desperdiçará dinheiro público com mais conforto.

Essa gente não perde nunca!