Juízes terão identidade digital 

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) vai padronizar a identidade funcional dos magistrados brasileiros. Estudos para a alteração do documento estão sendo feitos pela Comissão Permanente de Eficiência Operacional e Gestão de Pessoas.

A ideia de unificar a identificação dos juízes atende pedido da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB). Todos os tribunais já foram informados para se pronunciarem sobre a medida e a maioria se manifestou favorável.

O conselheiro Lucio Munhoz conduz os estudos da iniciativa. A seu ver, o futuro modelo padrão é altamente positivo. Além de garantir maior segurança e diminuir eventuais chances de falsificações, o documento terá chip para certificação digital.