Rio ganha espaço dedicado ao diagnóstico de doenças na mama

O Centro de Medicina Nuclear da Guanabara (CMNG) inaugura hoje (13), na unidade do Centro, um espaço voltado para o rastreamento e diagnóstico de doenças mamárias, seguindo a tendência dos grandes centros mundiais.

Com investimentos de cerca de R$ 2,5 milhões, o Centro de Diagnósticos Avançados em Mama, também chamado de Espaço da Mulher, possui equipamentos de última geração, como a mesa de estereotaxia, que permite realizar biópsias mamárias minimamente invasivas. O departamento recebeu decoração diferenciada e será usado para atender principalmente às mulheres.

Supervisionado pela médica Ana Cláudia Rodrigues, a primeira especialista a realizar biópsias por ressonância magnética no Brasil, o espaço estima atender até o fim do ano cerca de mil pacientes do sexo feminino.