Todo mundo quer estar na CPI 

Já no fim de semana cada partido começou as negociações internas para definir quem indicarão para integrar a CPI do Cachoeira. Seja no papel de vítima, seja no papel de algoz, todos querem garantir seu quinhão.

O DEM, o que mais sangrou até agora, quer aproveitar para lembrar o mensalão e ainda tentar derrubar o governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz (PT). O PSDB briga para blindar o governador de Goiás, Marconi Perillo. O PR teme que surjam possíveis denúncias sobre ligações espúrias de empreiteiras com o Ministério dos Transportes, até o ano passado um feudo da sigla. O PMDB não quer que sobre para seus governadores. E o PT, bem, o PT está rezando para que os 77% de aprovação de Dilma Rousseff sejam preservados.