Saúde dos executivos brasileiros em risco

Na semana em que se comemora o Dia Mundial da Saúde (7/4), o Centro de Medicina Nuclear da Guanabara (CMNG) divulga um levantamento que mostra que 73% de cerca de 1.800 mil executivos avaliados na pesquisa estão sedentários e 62% acima do peso.

Para os médicos, o resultado é preocupante e, por isso, ressaltam a importância da atividade física, alimentação adequada, exames periódicos e tempo para o lazer. 

Um dos diretores do CMNG, Eduardo Duarte, alerta que os dados apontam para necessidade de uma mudança de hábitos dos executivos cariocas. Uma alimentação saudável e a prática de exercícios físicos ajudariam a mudar esse cenário. 

Duarte também destaca a importância da realização do check-up regularmente para que a pessoa possa ter um acompanhamento médico sobre o seu estado de saúde. A avaliação aconteceu no período de um ano, entre março de 2011 e março de 2012.