Preocupa a escassez de profissionais para atuar na área marítima 

Falta demanda

O presidente da Associação Brasileira das Empresas de Apoio Marítimo (Abeam), Ronaldo Lima, afirmou que há, no momento, preocupante escassez de profissionais para atuar na área de apoio marítimo – ematendimento a plataformas.           

- Não queremos criar polêmica com o Sindicato dos Oficiais de Marinha, mas não podemos nos calar ante a real falta de pessoal – diz Lima.

Segundo ele, as empresas procuram marítimos já aposentados, buscam estendera jornada de alguns e tudo isso gera um custo extra para os armadores.           

Como se sabe, o setor de barcos de apoio tem crescido a níveiselevados nos últimos anos e deve se expandir ainda mais com a exploração do pré-sal.