A viúva da Mega-Sena ataca outra vez

Justiça outra vez

Adriana Ferreira de Almeida, que no ano passado foi absolvida da acusação de mandar matar o milionário da Mega-Sena Renné Senna, volta à Justiça. 

Ela  entrou com um recurso contra a sentença que em junho de 2011 julgou improcedente o pedido de reconhecimento de sua união estável com Renné. 

A apelação foi distribuída para a Quinta Câmara Civil e ainda não tem data para ser julgada. Se a união for reconhecida, a gente já sabe qual será o fim da novela, né, não?