“Faustão” vai pra prisão

A juíza Alessandra Bilac, da 40ª Vara Criminal da capital, condenou Ricardo Severo, conhecido com “Faustão”, a 6 anos, 8 meses e 3 dias de reclusão pelo crime de tráfico de entorpecentes. 

Ricardo atuava na Vila Cruzeiro, no Complexo do Alemão, Zona Norte do Rio, e foi preso em flagrante, tentando fugir de madrugada, por ocasião da ocupação da localidade pelo Bope, em novembro do ano passado. 

Faustão era gerente de várias bocas de fumo e junto com outros traficantes impunha terror na comunidade, por meio da cobrança de taxas, controle da venda de gás de cozinha e do transporte irregular de passageiros. 

Além de Faustão, foi preso junto com ele Tasso Fernando Faustino, o Branquinho. Ambos fugiam da favela num Gol, mas não atenderam ao pedido dos militares - que controlam os acessos a favela - para pararem. Policiais e militares trocaram tiros com traficantes que faziam a retaguarda da fuga.

Nesta troca de tiros, eles foram feridos com tiros na perna e na barriga. Depois de atendidos no Hospital Getúlio Vargas, foram para delegacia e serão encaminhados a um presídio federal. 

Há suspeita de que Ricardo Severo seja um dos responsáveis pela derrubada de um helicóptero no Morro dos Macacos, em outubro de 2009, onde dois PMs morreram.