Jornal do Brasil

País - Artigo

Como você administra o seu tempo?

Jornal do Brasil DILZA TARANTO*

A maneira como administra seu tempo pode dizer muito sobre você. Ele é seu aliado ou pior inimigo? Administrá-lo significa elevar seu desempenho, sua produtividade e qualidade de vida. O planejamento estimula o cérebro a detectar e aproveitar as oportunidades, encurtando o caminho para o sucesso.

Em um extremo estão as pessoas que acumulam tarefas e responsabilidades e acreditam que somente elas poderão executar bem uma tarefa e não delegam para outros. Acreditam que para serem bem-sucedidAs precisam quase morrer de tanto trabalhar. São os “workaholics”, que confundem número de horas trabalhadas com produtividade. No outro extremo estão aqueles que deixam as coisas para a última hora, adiam ações e superestimam o tempo necessário para a realização de tarefas. São os procrastinadores, que não sabem identificar prioridades e têm acúmulo de pendências, que geram cobranças, pressão, ocasionando estresse.

Comece a organizar o seu tempo. Planeje o seu dia. Inicie estabelecendo prioridades nos diferentes aspectos de sua vida. Pergunte-se: o que é realmente importante para mim?

Em seguida, determine o que você quer atingir na sua vida pessoal, profissional, financeira, familiar e social. Estabeleça objetivos realistas, viáveis, com prazos alinhados ao que foi estabelecido como mais importante. As prioridades estabelecem a direção e os objetivos desenham a rota.

O terceiro passo é identificar as ações necessárias para chegar aos objetivos. Considere o que somente você poderá fazer e que, se bem feito, fará grande diferença na realização dos seus objetivos. Coloque essas ações em seu planejamento e encaixe as demais atividades, selecionando aquelas que você mesmo precisa fazer, delegando as demais atividades. Torne os processos mais eficientes e realoque recursos. Faça a gestão do seu tempo de modo que suas ações permitam a realização de seus objetivos.

Algumas pequenas atividades que parecem não consumir muito tempo são verdadeiros desperdícios. Não se esqueça: tempo é dinheiro. Pesquisas demonstram que fofocas, navegação na internet e pausas prolongadas para o café estão entre as atividades que mais geram desperdício de tempo nas empresas. O tempo médio gasto com essas e outras interrupções chegam a 13 dias úteis por ano, causando grandes prejuízos financeiros.

Outro desperdício de tempo é procurar coisas fora do lugar. Um ambiente organizado estimula a concentração; em contrapartida, a desorganização propicia a distração. Você não deve passar mais tempo organizando do que trabalhando, mas também não deve perder tempo por causa da bagunça.

Uma agenda sobrecarregada também não favorece a administração do tempo e é uma forma de sabotar o planejamento. Elabore sua agenda de maneira a ser realista.

Momentos de irritação e preocupação também “roubam” grande parte do tempo. Quanto mais nos descontrolamos, mais perdemos tempo e produtividade. Considere o Princípio 90/10, onde 10% dos acontecimentos da vida estão relacionados ao que nos acontece sem que tenhamos controle. Os 90% restantes estão relacionados à forma como reagimos ao que nos acontece, ou seja, podemos controlar. Ocupe-se desses 90% e aproveite melhor o seu tempo.

Foco, disciplina, planejamento, organização, determinação e resultados são alguns dos pilares das pessoas de sucesso.

“Só falta tempo pra quem não sabe administrá-lo” (Johnny De Carli).

* Consultora de Recursos Humanos, mestre em Sistema de Gestão Integrada pela Universidade Federal Fluminense



Tags: artigo

Recomendadas para você