Jornal do Brasil

Internacional

Venezuela corta cinco zeros das notas de dinheiro e lança pacote

Nicolás Maduro lança nesta segunda-feira (20) um pacote de medidas que inclui o chamado "Madurazo"

Jornal do Brasil NUCLEO DIGITAL
Handout picture released by the Venezuelan Presidency showing President Nicolas Maduro presenting fresh currency in the framework of new economic measures, during the broadcasting of a television programme at the Miraflores presidential palace in Caracas on August 17, 2018.
Venezuela will start issuing new banknotes on Monday after slashing five zeros off the crippled bolivar -- but analysts warn the measure will do nothing to arrest a worsening economic crisis. President Nicolas Maduro has described the move as a
Handout picture released by the Venezuelan Presidency showing President Nicolas Maduro presenting fresh currency in the framework of new economic measures, during the broadcasting of a television programme at the Miraflores presidential palace in Caracas on August 17, 2018. Venezuela will start issuing new banknotes on Monday after slashing five zeros off the crippled bolivar -- but analysts warn the measure will do nothing to arrest a worsening economic crisis. President Nicolas Maduro has described the move as a "great change" as the government attempts to halt spiraling hyperinflation that the International Monetary Fund predicts will hit a staggering one million percent this year. / AFP PHOTO / Venezuelan Presidency / Zurimar CAMPOS / RESTRICTED TO EDITORIAL USE - MANDATORY CREDIT "AFP PHOTO - Venezuelan Presidency / Zurimar CAMPOS" - NO MARKETING NO ADVERTISING CAMPAIGNS - DISTRIBUTED AS A SERVICE TO CLIENTS Caption (Foto: ZURIMAR CAMPOS / VENEZUELAN PRESIDENCY / AFP)

Com uma inflação estimada em 1.000.000% neste ano pelo Fundo Monetário Internacional (FMI), o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, lança nesta segunda-feira (20) um pacote de medidas que inclui o chamado "Madurazo", que é corte de cinco zeros da moeda local, que se chamará bolívar soberano.

Porém, o governo define o atual momento de “ponto de reflexão”. "Vamos desmontar a perversa guerra do capitalismo neoliberal”, afirmou o presidente.

Segundo as autoridades da Venezuela, haverá um novo redesenho da política fiscal e tributária do país, incluindo subsídios para a gasolina, reajustada em quatro pontos percentuais, e a definição de câmbio único, que flutuará de acordo com as definições do Banco Central Venezuelano.

Novas notas

A nova moeda venezuelana, cujo símbolo é Bs.S., tem cinco zeros a menos em comparação ao bolívar, que coexistirá para operações bancárias menores.

As novas notas de Bolívar soberano são de 2, 5, 10, 20, 50, 100, 200 e 500 já estão nos bancos e serão colocadas em circulação ainda nesta segunda-feira. Os símbolos das notas têm referência ao petróleo, pois a Venezuela tem grandes reservas.

Dona das maiores reservas mundiais de petróleo, a Venezuela observa o encolhimento da sua economia.

De 1913 até este ano, o Produto Interno Bruto (PIB) do país foi reduzido pela metade, segundo o FMI, que prevê uma inflação superior a 13.000% em 2018 e um índice de desemprego de 36% até 2022.

Superar a grave crise econômica, social e política será o maior desafio de Maduro. O que se passa na Venezuela também preocupa os países vizinhos, que estão enfrentando uma crise humanitária na região, pois eles não têm estrutura para absorver os milhares de venezuelanos que fogem da hiperinflação e do desabastecimento.



Recomendadas para você