Jornal do Brasil

Internacional

Trump desbloqueia alguns de seus críticos no Twitter

Jornal do Brasil

Donald Trump desbloqueou nesta quarta-feira (29) uma série de detratores que tinha bloqueado no Twitter, aparentemente cumprindo uma decisão judicial de maio.

O Instituto Knight da Universidade de Columbia, especializado na defesa da liberdade de expressão, ao impedir suas reações diretas aos tuítes do presidente.

Em 23 de maio, a juíza federal de Nova York, Naomi Reice Buchwald, determinou o republicano bilionário que desbloqueasse os demandantes.

Trump desbloqueou as sete pessoas enquanto o Departamento de Justiça apelou da sentença.

"Nos agrada ver que a Casa Branca dá os passos necessários para cumprir com a sentença", indicou o Instituto Knight, que no entanto acrescentou que "seguimos recebendo informes que outros indivíduos além dos que identificamos continuam bloqueados na conta @realDonaldTrump".

Várias pessoas desbloqueadas imediatamente comemoram no Twitter, decididas a retomar imediatamente suas críticas ao presidente americano.

Um deles é Jon Wolfsthal -@JBWolfsthal-, ex-chefe da administração Obama, que tuitou para Trump: "Obrigado por ter me desbloqueado, agora posso dizer a você o que penso, prepare-se".

Trump transformou o Twitter em seu meio de comunicação favorito, e quase diariamente usa a rede social para anunciar medidas ou fazer comentários de toda índole, cumprimentar seus seguidores ou atacar seus oponentes. Sua conta é seguida por 54 milhões de pessoas.

 

 

 

 



Recomendadas para você