Jornal do Brasil

Esportes

Botafogo sem margem para erros

Jornal do Brasil

Não adianta mais explicar, falar, justificar. Após completar cinco rodadas sem vencer no Campeonato Brasileiro, o Botafogo só tem duas opções, hoje (21h), contra o Sport, no Nilton Santos: vencer ou vencer. Com 22 pontos, a apenas três da zona de rebaixamento, o time carioca encara a partida de logo mais como uma verdeira decisão. O sinal de alerta está ligado, e com razão.

Em 2014, quando foi rebaixado, o Botafogo tinha a mesma pontuação de agora na 20ª rodada. Daí para frente, o time despencou na tabela e terminou o Brasileiro na 19ª e penúltima colocação, com apenas 34 pontos. Também como ocorre em 2018, há quatro anos a equipe alvinegra também ficou cinco rodadas sem vencer, da 19ª a 23ª. Dados que mostram que o Botafogo tem pouca margem de erro daqui até o fim do Brasileiro.

Macaque in the trees
Valencia treina no Nilton Santos. Poupado no meio da semana, chileno volta hoje ao time

Só para reforçar, não custa lembrar que ano passado o Botafogo chegou a ter a melhor campanha do returno, mas caiu de produção, acabou em 10º lugar e perdeu uma vaga na Libertadores que parecia certa. Em 2017 o time também ficou cinco jogos sem vencer. A diferença é que foi na reta final do campeonato.

Tanto o técnico Zé Ricardo como os jogadores sabem perfeitamente que a hora de reagir é agora. O Botafogo vai enfrentar uma equipe que não vence há dez rodadas e despencou na tabela. O Sport é um adversário direito na briga para escapar da degola e uma vitória representará cinco pontos de diferença para o alvinegro.

“O placar de 1 a 0 é resultado de título. A gente tem que fazer com que eles sintam pressão em jogar contra a gente. Dentro de casa é fazer nosso papel”, afirmou o volante Jean, que seguirá na equipe no lugar de Rodrigo Lindoso, ainda machucado.

Zé Ricardo ainda não venceu no Brasileiro com o Botafogo. Até agora foram duas derrotas e um empate. Para conseguir sua primeira vitória, ele contará com as voltas do zagueiro Joel Carli e do meia Leo Valencia, que não enfrentaram o Palmeiras porque estavam a ponto de sofrer um problema muscular mais sério. O treinador tem esperança de poder escalar o atacante Kieza, que não atua desde o empate com o Paraná.

Ontem o clube apresentou o atacante Erik, que estava sem chances no Atlético-MG. Ele tem 24 anos e pertence ao Palmeiras, que o emprestou no início do ano para a equipe mineira.

Botafogo: Saulo, Marcinho, Joel Carli, Igor Rabello e Gilson; Jean, Matheus Fernandes e Leo Valencia; Luiz Fernando, Kieza (Aguirre) e Rodrigo Pimpão. Sport: Magrão, Ernando, Ronaldo Alves, Durval e Jean; Deivid, Ferreira, Rogério, Gabriel e Marlone; Hernane. Juiz: Savio Pereira Sampaio (DF).



Tags: futebol

Recomendadas para você