Jornal do Brasil

Esportes

Santos fora com mais confusão

Jornal do Brasil

As previsões pessimistas de clima hostil para a partida de volta entre Santos e Independiente se confirmaram, e os brasileiros acabaram eliminados da Libertadores. Depois da batalha judicial que determinou a vitória dos argentinos por 3 a 0 na ida, por conta da escalação irregular do santista Carlos Sánchez, o jogo no Pacaembu foi encerrado aos 36 minutos do segundo tempo, com o placar de 0 a 0, quando a torcida do Santos arremessou bombas em direção aos reservas do Independiente.


Torcedores ainda tentaram arrombar um portão para invadir o gramado, e foram fortemente reprimidos pela polícia. Até o técnico Cuca se envolveu na confusão generalizada, ao tentar intervir em um ato policial.


Dentro de campo, a tensão prevaleceu desde o início. Os jogadores do Santos não economizaram em entradas duras nos adversários. No fim do primeiro tempo, Vanderlei defendeu um pênalti de Meza. Apesar da eliminação, a diretoria santista promete que seguirá tentando reverter a decisão judicial.


Hoje, às 21h45m, o Corinthians aposta na força em casa para virar o confronto com o Colo-Colo, após derrota de 1 a 0 no Chile. Em Buenos Aires, River Plate e Racing, que empataram em 0 a 0 na ida, também brigam por vaga nas quartas de final.



Tags: futebol

Recomendadas para você