Jornal do Brasil

Economia

México e EUA estão perto de acordo

Jornal do Brasil

O chefe das negociações do México para a revisão do Tratado de Livre Comércio da América do Norte (Nafta) afirmou ontem estar prestes a fechar um acordo com os Estados Unidos, que permita concretizar um novo pacto com o terceiro sócio do bloco, o Canadá.

Negociadores de ambos os países se reúnem neste fim de semana em Washington com vistas a finalizar um trato bilateral que, segundo declarou no sábado o presidente americano, Donald Trump, “poderia ser alcançado em breve”.

“Diria que praticamente estamos nas últimas horas desta negociação”, assegurou o secretário de Economia mexicano, Ildefonso Guajardo, ao chegar neste domingo ao gabinete do representante comercial americano, Robert Lighthizer, embora três horas depois tenha relativizado, ao afirmar que “ainda não podemos cantar vitória”.

Guajardo lembrou que é necessário “no mínimo uma semana para trabalhar também com o Canadá” para finalizar o que foi acordado.

Os negociações trabalham contra o relógio para alcançar um novo Nafta até o fim de agosto. A data-limite se deve ao desejo de assiná-lo antes de o presidente americano, Enrique Peña Nieto, entregar o cargo ao presidente eleito, Andrés Manuel López Obrador, em 1º de dezembro, e para isto, o Congresso americano deve ser informado do pacto 90 dias antes.

Jesús Seade, delegado de López Obrador nas negociações do Nafta, também deu uma mensagem alentadora ao entrar nas reuniões deste domingo. “Já estamos chegando às últimas”, declarou.

Estados Unidos, México e Canadá iniciaram em agosto de 2017 conversações para modernizar o Nafta, em vigor desde 1994, a instâncias de Trump, que o considera “um desastre” para seu país e ameaçou, inclusive, abandonar o acordo ou fazer pactos em separado com os outros dois sócios.

O Canadá se disse nestes dias pronto a se sentar à mesa quando for convocado.

A delegação mexicana, que também é integrada por seu chanceler, Luis Videgaray, tem ido a Washington nas últimas cinco semanas para tentar resolver assuntos com seus pares americanos, depois que as negociações entre os três sócios estancaram em maio, em parte devido às eleições presidenciais mexicanas.

Trump

No sábado, o presidente americano, Donald Trump, mostrou-se otimista sobre um acordo com o México

“Nossa relação com o México se fortalece a cada hora. Pessoas muito boas no antigo e no novo governo e todos trabalham estreitamente em conjunto... Um grande Acordo Comercial com o México pode ser alcançado em breve!”, tuitou Trump.

O chanceler mexicano, Luis Videgaray, que tem ido seguidamente a Washington para participar das reuniões ao lado de Guajardo, limitou-se a considerar como interessante” o tuíte de Trump.

“Muito positivo”, avaliou, por sua vez, Jesús Seade, delegado nas negociações do Nafta do presidente eleito do México, Andrés Manuel López Obrador, ao retornar neste sábado a Washington para se somar às conversações.

“Ele é um homem com um estilo de que gosto muito”, disse a respeito de Trump. “Acredito que isto reflete a realidade, acho que vamos bem”.



Recomendadas para você