Jornal do Brasil

Cultura

IMS exibe filme de fotografia no Rio

Jornal do Brasil

Como parte das comemorações do mês da fotografia, o Instituto Moreira Salles apresenta hoje, às 19h, uma programação especial com filmes do psicanalista, fotógrafo e cineasta José Inácio Parente.


A sessão principal é a do premiado documentário “Rio de memórias” (1987), que conta a história da fotografia e do Rio entre 1840 e 1930. “Esse filme foi feito numa época em que a história da fotografia brasileira não estava contada, com poucos trabalhos sobre o tema. Percorremos importantes coleções fotográficas, públicas e particulares, com acervos ainda pouco organizados, pesquisamos nas publicações, jornais e revistas num processo que levou dois anos”, lembra José Inácio.


A Coleção Marc Ferrez, que aparece no filme, atualmente faz parte do acervo do IMS, como muitas imagens de Malta, Ferrez, Klumb e Gutierrez, que estão na Brasiliana Fotográfica, portal de fotografias das coleções do IMS e da Biblioteca Nacional.


Além do média-metragem, serão exibidos também os curtas “A trama da rede” (1980) e “Acorde maior” (1984). “’A trama da rede’ ganhou todos os prêmios para curta/documentário do Festival de Brasília e do Rio Cine Festival. ‘Acorde maior’, feito a partir de uma caixinha de música que toca a ‘Internacional Socialista’, tem uma novidade: foi selecionado para ser exibido em setembro num festival em Atenas e, em outubro, no Museu de Arte Moderna”, conta o diretor.


Após as exibições, haverá um debate onde José Inácio fala dos filmes acompanhado por Sérgio Burgi, do IMS, pelo fotógrafo e diretor Walter Carvalho, e pela antropóloga e pesquisadora Patrícia Monte-Mór.



Tags: cultura

Recomendadas para você