Jornal do Brasil

Cultura

 

O canto dos sonhos de Luedji Luna vai ao Circo Voador

Jornal do Brasil

Luedji Luna, cantora baiana, sobe ao palco do Circo Voador pela primeira vez esta noite, para apresentar “Um corpo no mundo”, seu disco de estreia, de 2017. Mais um passo significativo de uma carreira que começou em 2012, aos 25 anos, quando, formada em Direito, decidiu investir no canto.

O motivo para a demora, ela diz, se relaciona à sua condição de mulher negra: “Nessa sociedade racista e opressora em que vivemos, aprendemos que sonhar não é possível para uma mulher negra. Estamos preocupados só em sobreviver, sem pensar naquilo que nos fará felizes”, ela afirma.

A aposta recompensou. A baiana desenvolve hoje uma promissora carreira, como mais uma voz de um Brasil que exige representatividade e pluralidade. Sua obra acumula elogios, tendo alguns de seus vídeos assistidos milhões de vezes.

Delicada, suave, amena e amorosa foram adjetivos usados para descrever sua música. Palavras em sintonia com a intenção da artista, que, afirma, canta com o propósito de curar: “Ter seguido o caminho de cantora curou, antes de tudo, a mim. Eu tinha ranço desse projeto. Entender que posso comunicar a minha humanidade cuidou de mim mesma. Isso reverbera para outras pessoas, que também se sentem acalentadas”, conta.

Neste show, pela primeira vez se reunirão os músicos que gravaram o álbum: o sueco Sebastian Notini (produtor e percussionista), o queniano Kato Change (guitarra), o cubano Aniel Sommellian (baixo), o congolês François Muleka (violão) e o soteropolitano Rudson Daniel (percussão), além de Stefani de Souza (trompete) e Mayara Almeida (saxofone).

------

SERVIÇO

Luedji Luna + Bixiga 70 (abertura). Circo Voador (R. dos Arcos s/n – Lapa; Tel.: 2533-0354).1° Lote R$ 80; 2° Lote: R$ 100. 22h.



Tags: cultura

Recomendadas para você