Jornal do Brasil

Cultura

Sátira animada: Confira a crítica de "Jovens Titãs"

Jornal do Brasil

Indicado inicialmente para crianças e adolescentes, a animação “Os Jovens Titãs em ação! Nos cinemas” deve agradar aos adultos que também forem às sessões. Quase um mini “Shrek”(animação que fez grande sucesso, detonando as fórmulas e desenhos da Disney), o novo desenho baseado na série homônima do canal pago Cartoon Network diverte por destacar uma série de referências e sátiras a personagens e produções da DC (casa dos personagens centrais) e Marvel (as aparições de Stan Lee são hilárias), e também a filmes como “De volta para o futuro”.
A história, no geral, é bem simples. Os cinco Jovens Titãs – Robin, Ciborgue, Estelar, Ravena e Mutano – querem ser protagonistas de um filme de ação em Hollywood, como os demais heróis adultos. Mas eles não têm o respeito de ninguém e, para conseguirem ser valorizados, precisam arrumar um vilão para chamar de seu, no caso o robô Slade. Entre algumas lições sobre a importância da amizade e da vida em grupo, os pequenos heróis quase põem abaixo o universo DC.



Recomendadas para você