Jornal do Brasil

Cultura

Turnê de circo russo passa pela cidade

Jornal do Brasil

Imagine um país onde um número de contorcionismo, equilibrismo ou de acrobacias tenha o mesmo efeito de fascínio sobre o público do que um gol marcado por um craque de futebol. Pois bem. É assim na Rússia, um país onde aproximadamente 500 mil pessoas trabalham em circos.


“Estamos falando de uma tradição de mais de 300 anos. Qualquer cidadão russo já foi ao circo não uma, mas muitas vezes na vida. É como a relação de vocês, brasileiros, com o futebol”, compara o equilibrista Roman Markin, do Circo de Estrelas da Rússia, que promove uma turnê do espetáculo Fantasia iniciada há três meses na América do Sul, que incluem três apresentações no Brasil (Rio, São Paulo e Porto Alegre). A apresentação carioca será no próximo dia 28 no Teatro Bradesco, na Barra da Tijuca.


Esta vocação do país com o circo faz com que as grandes companhias do mundo, entre as quais o Ringlin Brothers Circus (EUA), Cirque du Soleil (Canadá) e o Circo Real da Holanda, tenham pelo menos a metade do elenco formado por artistas de nacionalidade russa.


De acordo com Markin, existem hoje na Rússia cerca 500 edifícios de circo permanente, com uma capacidade medida de 4 mil pessoas por espaço de performances. A atividade conta com forte apoio governamental assim como ocorre com os atletas de esportes olímpicos. “Temos uma universidade de circo. Essa instituição é incentivada pelo Estado, mas o que nos torna bons no que fazemos é, acima de tudo, o maior pelo que fazemos, disciplina e muito trabalho”, explica Markin, acrescentando cada artista circense passa pelo menos oito anos nessa universidade. Como muito começam cedo, ainda crianças, existe uma aposentadoria especial para o artista circense.


Com duração de duas horas, o espetáculo Fantasia promete apresentar números tradicionais com destaque para os de contorção e equilibrismo, com premiações do Guiness dos Recordes e do Festival de Monte Carlo.

SERVIÇO

FANTASIA - Delegação do Circo Russo apresenta o espetáculo.Teatro Bradesco (Shopping VillageMall - Av. das Américas, 3900 - Barra da Tijuca; Tel. 3431-0100). Hoje, às 21h. R$ 250 a R$ 400.



Tags: cultura

Recomendadas para você