Jornal do Brasil

Cultura

A mulher do Pau Brasil aporta no Casa Grande

Jornal do Brasil

“Concerto-tese” de Adriana Calcanhotto, resultado de sua residência artística de dois anos na Universidade de Coimbra (Portugal), “A mulher do Pau Brasil” será apresentado amanhã, em duas sessões no Teatro Oi Casa Grande, em duas sessões, às 17h30 e 20h.

Macaque in the trees
A mulher do Pau Brasil aporta no Casa Grande

A grande repercussão do show propiciou uma turnê, iniciada na Europa, atravessou o Atlântico e desembarcou este mês no Brasil.

Influenciada pelo “Manifesto da Poesia Pau Brasil”, do modernista Oswald de Andrade, ela abre o show com a canção-título em tom autobiográfico (“Nasceu no Sul / Foi para o Rio / E amou como nunca se viu”) e também retoma o nome de um espetáculo do início de carreira, na década de 1980, na capital gaúcha.

No repertório, estão ainda músicas que a cantora e compositora fez em Portugal, suas versões de “As caravanas”, de Chico Buarque, “‘Nenhum futuro”, de João Bosco em parceria com o filho, Francisco Bosco, clássicos de sua carreira, como “Vambora”, “Esquadros” e “Inverno”. Neste show, ela é acompanhada por Bem Gil e Bruno Di Lullo.

Destaca-se ainda no roteiro “Vamos comer Caetano”, composta para o disco “Maritmo” (1998), que sublinha o conceito antropofágico da apresentação, através da ideia de devorar, se apropriar e reinventar o que vem de fora.

“Costumavam me perguntar se eu já tinha virado portuguesa e eu sempre respondia que não. Nunca me senti tão brasileira como agora”, conta Adriana, que foi nomeada embaixadora da Língua Portuguesa da Universidade de Coimbra no final de 2015.

-------

SERVIÇO

A MULHER DO PAU BRASIL

Dia 29/8 (amanhã), às 17h30 e 20h

Oi Casa Grande (Afrânio de Melo Franco 290

- Leblon; Tel.: 2511-0800)

Ingressos a R$ 100 (balcão) e R$ 120 (plateia e camarote)



Tags: cultura

Recomendadas para você