Jornal do Brasil

Cultura

'Os canastrões também vão para o céu', comédia de Marcello Caridade, reestreia na Gávea

Jornal do Brasil

Popularmente conhecido, o ator canastra é aquele que não convence com sua interpretação. Mas seu amor pelos palcos pode ser incontestável. Pela segunda vez nos palcos do Rio, a comédia "Os canastrões também vão para o céu" explora esta paixão pelas artes cênicas. O espetáculo reestreia dia 4 de setembro no Teatro dos Quatro, na Gávea. O texto, de Marcello Caridade (conhecido por Escolinha do Professor Raimundo, Zorra Total, Os Suburbanos, entre outros trabalhos) tem direção de Anja Bittencourt (recentemente no ar com Malhação e Tempo de Amar).

O texto é sobre o amor de Deolinda Amarantes e Walmir Valadares, que lutam para viver um romance proibido pela mãe da jovem. A companhia teatral conta apenas com a dupla de atores e com o contrarregra Bituca. Pouco dinheiro e pouco talento convivem com muito ímpeto de fazer a peça acontecer.

Macaque in the trees
Luiz Filipe Carvalho e Juliana Fernandes interpretam o casal Walmir Valadares e Deolinda Amarantes

"Nosso espetáculo é uma grande brincadeira/homenagem a todos os atores canastrões que amam o teatro e aos trancos e barrancos fazem tudo para estar no palco", aponta Anja Bittencourt. A diretora conta, ainda, que o contrarregra é uma figura central na trama: "O que o público assiste é uma sucessão de trapalhadas e canastrices ainda mais contundentes pela presença de um contrarregra que se desdobra para que o drama seja contado. Impossível não rir e torcer para que eles consigam contar a história".

Os canastrões também vão para o céu tem no elenco Luiz Filipe Carvalho e Juliana Fernandes no papel do casal e Rhuan Santos como o contrarregra. O espetáculo faz somente três apresentações no Teatro dos Quatro, na Gávea, nos dias 04, 05 e 11 de setembro, sempre às 21h. Os ingressos custam R$ 50 (inteira) e R$ 25 (meia).



Recomendadas para você