Jornal do Brasil

Ciência e Tecnologia

Nasa encontra evidências de gelo na superfície da Lua

Jornal do Brasil
Nasa
Nasa (Foto: Divulgação/ Nasa)

A agência espacial norte-americana (Nasa) revelou nesta segunda-feira (20) que foram encontradas evidências da existência de superfícies de gelo nas regiões polares da Lua.

De acordo com a pesquisa, que foi publicada na revista científica "Pnas", grande parte do gelo está em crateras nas partes mais escuras e frias do único satélite natural da Terra.

Segundo as imagens feitas pelo instrumento Moon Mineralogy Mapper (M3), o polo norte apresenta maior quantidade de gelo em comparação ao sul. Além disso, o elemento está presente em 3,5% das áreas sombreadas, onde as temperaturas atingem até 160 graus abaixo de zero.

A água congelada pode ter chegado por duas maneiras: trazida pelo impacto de meteoritos e cometas ricos em água na superfície lunar ou ter sido "migrada" lentamente da atmosfera extremamente rarefeita (exosfera) da Lua.

No artigo, os pesquisadores afirmaram que "as evidências diretas de gelo lunar permaneciam vagas", diferentemente de outros corpos celestes como Mercúrio e Ceres, nos quais a presença de água já havia sido comprovada anteriormente.

O M3 está na nave não tripulada Chandrayaan-1, lançada em 2008.

O instrumento foi capaz de identificar gelo na superfície da Lua graças a uma tecnologia que mostra a distinção entre água líquida, vapor e gelo sólido



Recomendadas para você