Liberado torcedor do Bétis que atingiu goleiro do Athletic de Bilbao

Agência EFE

SEVILHA - O suposto torcedor do Bétis que atirou uma garrafa na cabeça do goleiro Armando, do Athletic de Bilbao, foi liberado da prisão após sua esposa pagar uma fiança no valor de 3.000 euros.

O incidente em questão ocorreu aos 23 minutos do segundo tempo da partida de sábado entre as duas equipes, pelo Campeonato Espanhol. O jogo foi paralisado pouco depois de o jogador ser agredido.

O homem, identificado pelas iniciais C.P.R., tem 40 anos e vive na região de Mairena del Aljarafe, em Sevilha. Ele foi detido após a agressão e passou duas noites detido.

Apesar de ter saído, o torcedor foi acusado de agressão pela Justiça e pode pegar até cinco anos de prisão.

Segundo fontes judiciais, C.P.R. alegou ser pedreiro e ter um filho pequeno. Ele também disse não ter como pagar a fiança exigida, mas sua esposa apareceu com um advogado próprio e o valor exigido.

O acusado reconheceu ter atirado a garrafa, mas não teve a intenção de machucar o jogador. Além disso, explicou não estar sob efeito de álcool ou drogas.

O objeto, que ficou guardado como prova, era de meio litro e estava com tampa - o que vai contra as leis, pois devem ser vendidas sem ela ou retiradas na entrada do estádio.