Jornal do Brasil

Sábado, 20 de Janeiro de 2018 Fundado em 1891

Sol Maior

Os Melhores concertos de 2017!

Maria Luiza Nobre

Mais uma temporada de concertos finalizada, apesar de todos os inúmeros problemas que aconteceram durante o ano na vida cultural da cidade.

Impossível deixar de enviar a nossa solidariedade aos corpos estáveis do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, pois sabemos que o lugar dos bailarinos e músicos é exatamente o palco, e infelizmente, parece ter sido o local que eles menos estiveram.

O Theatro Municipal, talvez para sobreviver, tornou-se um palco de  aluguel, o que é normal e anormal também, os corpos estáveis têm que ter vida e agenda no local, com as produções de óperas executadas pela instituição, uma vez que sempre teve condições de realizá-las, com grande maestria, sem a necessidade de compartilhar montagens vindas de outros locais. Até poderia, é elogiável também, mas é fato altamente relevante que o mais importante teatro do país deve ter condições de andar com suas próprias produções, e , mais, poderia até compartilhar e enviar as suas realizações também para outros locais.  Todos têm mérito, tudo pode ser compartilhado e complementado, mas com reciprocidade, com a chamada mão dupla.  Nunca deverá ser esquecido que o Rio de Janeiro foi a capital cultural do Brasil, sem dúvida nenhuma é a capital do turismo brasileiro e apesar da esperança, um dia  poderá voltar a ser a nossa capital cultural. 

Aprile Millo e Fernando Bicudo
Aprile Millo e Fernando Bicudo

Enquanto tudo isso não acontece, tivemos poucas estrelas internacionais, naturalmente muito bem-vindas, mas a prata da casa é que foi muito reverenciada, as salas de concertos precisam apoiar mais, ao programar e admirar a qualidade de muitos artistas nacionais, que em muitos casos, têm a qualidade igual ou melhor do que seus pares internacionais. Aplaudimos o pianista Miguel Proença, atual diretor da Sala Cecília Meireles, pela sensibilidade de uma temporada de alto nível, da mesma forma o incentivo que ele dá aos músicos para voltarem ao palco da mais expressiva sala de concertos, especialmente de música de câmara do Rio.Proença é sempre muito positivo e sobretudo livre de intenções negativas, o que o torna sempre um agregador. 

O BRAVO da coluna a todos os compositores, músicos, maestros, artistas brasileiros, administradores de orquestras, e todos aqueles que contribuem para fazer uma temporada acontecer com todos os inesperados “pianos e fortes súbitos” que surgem ao longo do ano.

Temos o prazer de divulgar, portanto, a lista dos Melhores Concertos de 2017, apresentada em ordem cronológica.

Philippe Jaroussky
Philippe Jaroussky

## Philippe Jaroussky e Le Concert de la Loge

     Dia 19 de abril, às 20h

     Theatro Municipal do Rio de Janeiro

     Série Dell’Arte

 

## Youth Orchestre of the Americas

     Carlos Miguel Prieto, regente

     Dia 3 de agosto, às 20h

     Theatro Municipal do Rio de Janeiro

     Série Dell’Arte

 

## Rosana Lanzelotte

     VIII Circuito Musica Brasilis homenageia Darius Milhaud

     Dia 11 de agosto, às 20h

     Sala Cecília Meireles

     Circuito Musica Brasilis

 

## András Schiff, piano

     Dia 19 de agosto, às 16h

     Theatro Municipal do Rio de Janeiro

     Série Dell’Arte

 

## Aprile Millo in Rio

     Fernando Bicudo, direção

     Dia 20 de agosto, às 20h

     Theatro Municipal do Rio de Janeiro

 

 ## Orquestra Petrobrás Sinfônica

     Série Portinari

     Isaac Karabtchevsky, regente

     Philip Doyle, solista

     Dia 26 de agosto, às 16h

     Theatro Municipal do Rio de Janeiro

 

## Orquestra Petrobrás Sinfônica

    Marcelo Lehninger, regente

    Sonia Goulart, solista

    Dia 30 de setembro, às 20h

    Sala Cecília Meireles

 

## XXII Bienal de Música Brasileira Contemporânea

    61 obras inéditas

    Concertos de 23 a 29 de outubro

    Concerto inaugural, dia 23 de outubro, às 19h

    Theatro Municipal do Rio de Janeiro

    Concertos de 24 a 29 de outubro

    Sala Cecília Meireles

    Ministério de Estado da Cultura - MinC

    FUNARTE

    Centro de Música

   

Clélia Iruzun
Clélia Iruzun

## Clélia Iruzun, piano e Coull Quartet

    Dia 6 de outubro, às 20h

    Sala Cecília Meireles

 

## Cappella Mediterrânea e Coro de Câmara de Namur

     Leonardo Garcia Alarcon, regente

     Dia 12 de novembro, às 17h

     Série Dell’Arte

     Theatro Municipal do Rio de Janeiro

Tags: luiza, maior, maria, nobre, sol

Compartilhe: