Jornal do Brasil

Segunda-feira, 29 de Maio de 2017

Sol Maior

Agenda: festa no palco para Roberto de Regina 

Maria Luiza Nobre

A semana começa com um belo concerto com  jóias do barroco pelas mãos de grande cravista, dois dos nossos maiores compositores são homenageados, consagrado violonista e guitarrista faz apresentação. Começaram os pequenos enigmas, mas de conteúdo importante. Nada que não seja decifrado, e para isso, como sempre, pode clicar na foto abaixo, ouvir o melhor da música clássica e relaxar,que ainda é o melhor. Boa semana! 

ROBERTO DE REGINA

O talentoso cravista, Roberto de Regina, festeja seus 90 anos. O decano do cravo no Brasil, estará no palco dia 3 de março, às 12h30, do Teatro SESC Firjan, apresentando um belíssimo concerto comentado, uma viagem fora do tempo, em sua Capela Magdalena, situada na Zona Oeste do Rio de Janeiro, onde os convidados são recepcionados por atendentes em  trajes de época antecedendo ao recital à luz de velas, com música dos maiores mestres do barroco. O instrumento de Roberto é um magnífico cravo, cópia fiel de um instrumento francês do século XVIII e o programa enfatiza o período barroso, com páginas de  Bach, Rameau, Scarlatti, por exemplo.

O artista é também um exímio artesão, constrói cravos belíssimos, arte pura pelas mãos de um maravilhoso cravista, competente durante décadas, um exemplo de músico.

É um presente para o público poder ouvir o cravista Roberto de Regina na hora do almoço e se deliciar com esse programa, do melhor do barroco.

Dia 3 de março às 12h30

Teatro SESI-Firjan

Av. Graça Aranha nº 1 – Centro

Entrada Franca

VILLA-LOBOS E MIGNONE 

Dois dos nossos maiores compositores brasileiros, serão sempre lembrados Heitor Villa-Lobos e Francisco Mignone.

A Série Música no Museu convidou os pianistas Ezequiel Peres, Adriana Kellner, Fernanda Cruz, Cecilia Guimarães, para homenagearem os  130 anos de  Villa-Lobos na data de seu nascimento em 1887 e os  120  anos de Francisco Mignone, que nasceram com  exatos dez anos de diferença . Esses programas fazem parte das comemorações dos 20 anos do Música no Museu.

Dia 5 de março às 11h30

Museu de Arte Moderna - MAM

Av. Infante Dom Henriques s/no.

Entrada Franca

 VICTOR BIGLIONE

O consagrado violonista e guitarrista Victor Biglione será o convidado especial para o primeiro concerto do ano da Série Instrumental Nova Vida.

Como sempre antes da apresentação será realizado um Talk Show conduzido pelo músico, produtor e compositor Teo Lima.

Biglione consagrou-se no Brasil e conquistou o reconhecimento do público e dos críticos. O músico foi o único brasileiro a participar no New York Guitar Festival em 2002 nos EUA. Participou dos principais festivais de jazz, compôs várias trilhas sonoras para cinema, TV e teatro, e gravou com os maiores astros da música brasileira e internacional. A abertura do evento terá a apresentação de Bruno Pinheiro Quinteto e grupo de louvor da ICNV Botafogo. O local é de pura paz, e para total conforto tem estacionamento no local. Sugerimos chegar cedo porque o programa é muito bom e com certeza estará lotado.

Dia 7 de março, às 19h30

Igreja Cristã Nova Vida

Rua General Polidoro, 165

Entrada Franca

MÚSICA NO MUSEU

Iniciado em 1997, tornou-se a maior Serie de musica clássica do Brasil, reconhecido pelo RankBrasil, a versão brasileira do Guinness Book. 

Seus números são expressivos chegando a fazer mais de 500 concertos por ano, de norte a sul do Brasil,  ocupando cerca de 2.500 musicos/ano, além de uma vertente internacional, desde 2006 em cidades de Portugal, Espanha, França,  USA, Republica Tcheca, Marrocos, India, Itália, Áustria,

Alemanha, Chile, Argentina, Vietnam  e Austrália, levando músicos e a musica brasileira para o exterior.

Nestes mais de 19 anos de atividades já registra um publico de 700.000 pessoas e uma mídia espontânea de milhares de registros em todos os veículos do Brasil, rádios, TVs, jornais, revistas, internet e até do exterior, com destaques para matérias no Le Monde de la Musique,  New York Times, entre outras. Também a excelência do projeto, que já recebeu inúmeros prêmios e honrarias nacionais como Ordem do Merito Cultural, Golfinho de Ouro, Embaixador do Rio e internacionais como Cultura Viva da Unesco, Latin American Awards, na PUC em Buenos Aires e agora Lazos Hispanicos- Cultura Viva em Madrid e   gerou a monografia de Marie Hoffman, da  Humboldt-Universität zu Berlin Philosophische Fakultät III Institut für Musikwissenschaft und Medienwissenschaft Musik und Medien/Kulturwissenschaft  sob o titulo Die Rolle der „Klassik“ im öffentlichen Leben in Rio de Janeiro und die Konzertreihe „Música no Museu“ (Musik im Museum) The Role of “Classical Music” in the Public Life of Rio de Janeiro and the Series of Concerts “Música no Museu” (Music at the Museum) (a musica clássica na vida publica do Rio de Janeiro e a   Serie de Concertos Musica no Museu).

Paralelamente e no seu âmbito,  realiza um Festival Internacional de Harpas-RioHarpFestival, já na sua 12ª. versão e que colocou o Brasil no circuito mundial da harpa. Também  renova  o panorama da musica clássica no Brasil através do Concurso Jovens Musicos-Musica no Museu, já na sétima versão e que recebe a cada ano uma bolsa de U$105 mil  da James Madison University-uma escola Steinway- para o vencedor. Tambem criou  a Orquestra Jovem Musica no Museu e que já começa a ter vida própria.

Musica no Museu no Google tem mais milhões de registros e o seu site www.musicanomuseu.com.br, na sua versão nova, em 18 meses já tem mais de  450.000 acessos.

No site, já citado acima, www.musicanomuseu.com.br

www.rioharpfestival.com.br- www.rioharpfestival.com.br   tem-se  todas as informações sobre os projetos.

Dica da semana - O grande cravista brasileiro Roberto de Regina 

Tags: coluna, Luiza, maior, nobre, sol

Compartilhe: