Jornal do Brasil

Sexta-feira, 31 de Outubro de 2014

Sol maior

Maestro brasileiro é premiado nos Estados Unidos

Maria Luiza Nobre

O Maestro Marcelo Lehninger, de 34 anos, carioca da gema, acaba de receber o Helen Thompson Awards em Seattle, nos Estados Unidos,prêmio que é oferecido pela League of American Orchestras,a Liga das Orquestras Americanas, concedido anualmente à diretores de orquestras daquele país pela atuação artística e realização de projetos inovadores.

Lehninger é o atual Regente Associado da Orquestra Sinfônica de Boston e Regente Titular e Diretor Musical da Orquestra Sinfônica de New West,em Los Angeles,conjunto que completa vinte anos de existência e conta com os melhores músicos da região metropolitana de Los Angeles,e segundo o maestro: “É uma ótima opção para quem não quer gastar horas no trânsito, dirigindo para o centro da cidade, referindo-se ao Disney Hall! Los Angeles é uma cidade comercial e a população mora na periferia. Portanto, estamos levando a música de boa qualidade, interpretada por músicos de altíssimo nível artístico e renomados solistas, para onde público está” comenta o maestro.

Em sua terceira temporada como Diretor da Sinfônica de New West, Lehninger renovou o repertório e uma inovação, a orquestra está também, comissionando obras novas de compositores contemporâneos americanos, pela primeira vez em sua história, atraiu importantes solistas, consolidou o orçamento anual da instituição,atraindo também novos patrocinadores, aumentou significativamente a vendagem de ingressos e trouxe a orquestra ao reconhecimento nacional. Além disso, implementou projetos inovadores como “Harmony Project” dedicado à educação musical de crianças carentes, o “Symphonet Competition” onde selecionou cantores para a Nona Sinfonia de Beethoven através de um concurso realizado pelo YouTube, conduziu concertos audiovisuais como “Visions of America”, uma peça sinfônica que incorporou fotos do renomado fotografo Joseph Sohm, realizou parceria com orquestras jovens locais e está implementando um concurso para piano.

Com uma intensa carreira em tão pouco tempo, Marcelo tem dirigido importantes orquestras no cenário musical internacional,tais como as Sinfônicas de Chicago, Baltimore, Houston, New Jersey e Indianápolis, nos Estados Unidos,Toronto no Canada e Berlin na Alemanha. 

Seu sucesso frente à Sinfônica de Boston já o levou à palcos como o do Carnegie Hall em Nova York, na ocasião recebendo uma fantástica crítica no NY Times.Para mais surpresas o maestro carioca está embarcando em uma tournée Européia com a Royal Concertgebouw Orchestra, assistindo o Maestro Mariss Jansons em concertos na Alemanha, Suíça, Áustria e Eslovênia.  

No mês de setembro, estará, também, regendo a abertura da temporada oficial da Sinfônica de Boston.

Bravo Maestro !

Tags: coluna, JB, maior, música, nobre, sol

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.