Jornal do Brasil

Terça-feira, 29 de Julho de 2014

Sol maior

Uma agenda de muitas oportunidades perdidas

Maria Luiza Nobre

Semana bem morna sem nenhuma estrela no céu da cidade. Não me conformo com tantas oportunidades perdidas, já pensaram em fazer “As Quatro Estações de Vivaldi” ,entre outras maravilhas da música barroca, que combinam tanto com o verão? Locais? Outeiro da Glória, Forte de Copacabana, Centro Cultural Banco do Brasil, Centro Cultural Justiça Federal, Espaço Tom Jobim,entre tantos outros,enfim concertos de verão, festivais de verão, tão costumeiros na Europa e nos Estados Unidos, e o Rio de Janeiro no maior rallentando na semana,caso não tivesse a Série Música no Museu,aí mesmo que não teria nenhum concerto na cidade. Calor? Tantos lugares com ótimo ar condicionado. Falta de público? Também não, os concertos da sempre lembrada Série Música no Museu estão todos lotados. Será falta de patrocínio para os músicos brasileiros? Pergunta sempre presente,como ficam as gerações que não se enquadram nos extremos,isto é, nos músicos que começam e nos mais célebres? Ficam adormecidos com suas centenas de horas de estudos, grandes pianistas sem oportunidades e que tocam tão bem quanto os mais célebres, estudando em casa durante uma vida e sem perspectiva de pisar no palco, porque não são programados?

Empresários porque não aproveitar a prata da casa, que brilha muitíssimo, programar, fazer ciclos de música de câmara, como por exemplo,Ciclo Bach,Ciclo Beethoven,Ciclo Brahms,Ciclo Mozart,Ciclo Vivaldi, com as integrais das Sonatas, Trios, Quartetos, Quintetos, seria tão proveitoso para ambas as partes. Ouvir músicos célebres maravilha,mas também ouvir músicos com o mesmo potencial,que infelizmente não têm tanta mídia,mas foram fazer seus cursos de aperfeiçoamento nos grandes centros musicais, são talentosos, voltaram ao pais e não têm as oportunidades de inclusão nas programações. Adoro as estrelas, mas serão sempre as mesmas a brilhar? A constelação é grande e o céu é infinito. 

MÚSICA NO MUSEU – A sérieapresenta os “Concertos de Verão”, com programação diária. Hoje às 12h30 no Real Gabinete Português de Leitura grupo Cobra Vocal com programa de clássicos brasileiros. Dia 14 às 12h30 também no Real Gabinete Português de Leitura, Guta Menezes,harmônica e trompete e Flávio Paiva,piano exibindo “Os clássicos da  Música Instrumental Brasileira”. Dia 15 às 17h no clube HEBRAICA,concerto com o Grupo Gauri ,apresentando a música e a dança clássica indiana.Os estilos de músicas que serão apresentados são Raagas e bhajans A dança clássica será no estilo Kuchipudi, alem de apresentação dos instrumentos Tabla, dholak e harmonium. Dia 16 às 11h30, no Museu de Arte Moderna, recital da soprano Anne Meyer e do pianista Rafael Simonacci. No programa obras de Villa-Lobos. Dia 18 às 12h30 no Museu da República, recital da pianista Cristina Nascimento, com programa Gershwin, Chopin e  Brahms . Dia 19 às 12h30, no Centro Cultural Banco do Brasil, na Tenda, recital com o Quinteto Brasileiro de Metais, formado pelos trompetistas Paulo Mendonça e Luciene Portella,trompista Francisco Soares,trombonista Sérgio de Jesus e Carlos Vega, tuba. Um programa bem brasileiro com obras de Ernesto Nazareth, Pixinguinha, Ary Barroso, Tom Jobim,Guerra Peixe entre outros. Todos os concertos são com entrada franca. 

ENCONTRO – O programa “Encontro com os Clássicos” completa 18 anos no ar, sem nenhuma interrupção e para comemorar a data a pianista Carol Murta Ribeiro, idealizadora, produtora e apresentadora do programa, faz homenagem aos compositores brasileiros. No próximo domingo,dia 16, o programa será com duas a pianistas,Clélia Iruzun executa obras do compositor Marlos Nobre e Patrícia Bretas interpreta o compositor Ronaldo Miranda. Para ouvir basta acessar a Rádio Catedral FM. 

DESAFIOS – A “Série Desafios Musicais” de videoconcertos , apresentará duas sessões comentadas com obras de Scarlatti, Mozart, Beethoven, Liszt, Chopin, Schumann ,Villa-Lobos, Albeniz, Ginastera e Mahler. Dia 15 às 15h e às 18h, no confortável cinema do Centro Cultural Justiça Federal, com direção de Saulo Chermont. Ingressos no local e para maiores informações: 3261-2550.

Na Dica da Semana, estrelas tocando o apaixonante Quarteto op.25 de Brahms

Tags: coluna, JB, maior, música, nobre, sol

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.