Jornal do Brasil

Quarta-feira, 22 de Outubro de 2014

Sol maior

Agenda da semana de 23 a 29 de agosto:  Verdi e András Schiff no palco 

Maria Luiza Nobre

A semana continua agitada com várias opções de concertos, recitais e eventos para todo tipo de escolha. Artistas importantes visitam a cidade, colaborando com a prata da casa para que o Rio de Janeiro continue a ser a capital cultural do país.

VERDI – O Requiem de Giuseppe Verdi foi escrito para marcar o primeiro ano da morte de Alessandro Manzoni, poeta e romancista, a quem Verdi tinha uma grande admiração. É considerada uma das principais e mais expressivas obras sinfônicas corais escritas pelo compositor, já na sua maturidade, e desde sua primeira apresentação em maio de 1874, na Igreja de São Marcos, em Milão, com a regência do próprio Verdi, foi um sucesso mais do que imediato. O Theatro Municipal do Rio de Janeiro programou duas récitas da grande obra, com vozes belíssimas como a da soprano japonesa Eiko Senda, tão conhecida do público carioca,d a talentosa mezzo-soprano brasileira Adriana Clis, do tenor brasileiro Marcello Vannucci e do baixo argentino Hernán Iturralde, com o Coro e a Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal, todos regidos pelo maestro britânico Leo Hussain, que é considerado um dos maiores talentos da nova geração de maestros ingleses, já tendo trabalhado com o maestro Simon Rattle e como assistente da Ópera de Paris. As duas apresentações serão dias 24, às 20h, e dia 26, às 17h, no Theatro Municipal do Rio de Janeiro. Ingressos no local.

SCHIFF – O grande pianista húngaro András Schiff subirá ao palco do Theatro Municipal do Rio de Janeiro no próximo dia 25, às 16h, para o aplauso de seus admiradores. Artista premiado, é membro honorário da Casa Beethoven, em Bonn, como reconhecimento de suas interpretações da obra do gênio alemão. Desde 2006, o pianista iniciou uma importante parceria com a editora G.Henle, na Alemanha, e dentro de pouco tempo  será lançada a edição conjunta dos Concertos para Piano de Mozart, na sua versão original, com a contribuição de Schiff, sugerindo dedilhados e cadenzas. O recital no Rio será composto somente por sonatas, onde poderão serão ouvidas a Sonata nº30 em Mi Maior op.109 de L.Beethoven, a Sonata “1ºde outubro de 1905” em Mi bemol Maior de Janácek, a Sonata para piano Sz 80 de Béla Bártok e a Sonata em Sol Maior D894 de F.Schubert. O recital faz parte da Série Concertos Internacionais da Dell’Arte, com ingressos no local.

CLÉLIA – A pianista brasileira Clélia Iruzun, que estudou e mora atualmente na Inglaterra, está na cidade, e fará um recital no dia 24, às 17h, no programa Sala de Concerto produzido e realizado por  Lauro Gomes na Rádio MEC. A artista ganhou o prêmio de  melhor intérprete de música espanhola no Concurso Internacional de Piano de Santander, na Espanha, há alguns anos, e entre tantos concertos veio ao Brasil para o lançamento do seu mais recente CD, gravado em Londres, dedicado integralmente ao compositor Marlos Nobre, de quem é uma de suas mais fiéis intérpretes. O organista Alexandre Rachid ouvirá a primeira audição das suas Variações sobre um tema chinês, também no concerto do dia 24, transmitido ao vivo, do estúdio da emissora. O recital é com entrada franca e os CDs serão vendidos no local.

PRELÚDIO 21 – O Grupo Música Nova, que é formado pelo clarinetista Marcos Passos, pelo trombonista João Luiz Areias, contrabaixista Alexandre Brasil e direção geral da pianista e compositora Marisa Rezende, faz concerto no dia 25, às 15h, no Centro Cultural Justiça Federal tendo no programa obras de Marisa Rezende, Sergio Roberto de Oliveira, Marcos Lucas, Neder Nassaro e J.Orlando Alves. A entrada é franca.

DUO – O excelente Duo Milewski, formado pelo violinista polonês Jerzy Milewski e pela pianista brasileira Aleida Schweitzer, fará um recital dia 25, às 18h, no Palácio São Clemente, dentro da série Música no Museu, com um programa Chopin, Manuel de Falla, Gershwin, Marlos Nobre e músicas do folclore húngaro, especialidade, aliás, do famoso duo. O concerto será com entrada franca.

PRÊMIO – O diretor da série Música no Museu, Sergio da Costa e Silva, receberá dia 25, na Hebraica, o Prêmio Homens de Ação-Homens de Valor, ao lado de Arnaldo Niskier, José Mariano Beltrame, entre outros.

MÚSICA NO MUSEU - Dando continuidade aos concertos diários, apresentação dia 24, às 12h30, no Centro Cultural Justiça Federal, de Vitor Garbelotto. Dia 25, às 18h, no Palácio de São Clemente, o Duo Milewski, formado por Jerzy Milewski, violino, e Aleida Schweitzer, piano. Dia 26, às 11h30, no Museu de Arte Moderna, tenor Marcelo Sader, violoncelista Saulo Vignoli e violonista Miguel de Laquila. Dia 27, às 18h, na Casa de Cultura Laura Alvim, Damu Shiva, contrabaixo, e Gabriel Lucena, violão. Dia 28, às 18h, no Museu do Exército/Forte Copacabana, Grupo Choro Novo. Dia 29, às 12h30, no Museu da República, Quinteto Brasilidade formado por Arthur Mattos e Tiago Mendonça, viola de dez cordas, Davi Alves e Rodolfo Cornélio, violão de seis cordas, e Augusto de Moura, violão de oito cordas. Todos os concertos são com entrada franca.

BENEFICENTE – Será realizado um concerto beneficente em prol do Hospital Tavares de Macedo, com a Orquestra de Câmara do Cetep-Barreto, regência de Elias Vicentino, dia 26, às 18h, no Solar do Jambeiro. Entrada com donativos de fraldas geriátricas ou kits higiênicos, como sabonetes, pastas de dentes e outros.

Tags: agenda, Artigo, JB, maria luiza nobre, sol

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.